12 vezes em que Mulher Maravilha fez jus ao nome

6.29.2014 -


Quando eu era criança, uma das minhas maiores vontade era ter uma fantasia de carnaval da Mulher Maravilha. Como mini fã de Power Rangers, Mortal Kombat e Lara Croft, ansiava por poder ser também uma heroína, uma menina forte e que podia lutar sozinha pra se defender. Isso nunca aconteceu - me vesti milhares de vezes de princesa, Minnie e bruxinha - porém, minha admiração pela mais famosa das meninas fortes da ficção.

Esses dias, pinando loucamente, me deparei com uma imagem de um quadrinho antigo da Wonder Woman e achei fantástico que há uns bons anos atrás a mensagem que a personagem passava já era a da força feminina, do empoderamento das minas e de que a gente não precisa ser vítima não: dá pra se salvar sozinha, nós conseguimos nos cuidar e não é preciso ser submissa, frágil e absurdamente feminina para ser do sexo feminino. Catei mais imagens e, cada vez mais maravilhosa, compartilho com vocês 13 vezes em que a Mulher Maravilha já teria nos ensinado que dá pra ser guria e ser valente também:



"Meu anjo, quando vamos casar?"
"Quando o mal e a injustiça desaparecerem da Terra, querido"
(Quando ela escolheu a própria luta ao invés de um casamento)



"Me escuta dessa vez gata, vamos falar de casamento SIM"
"Então é assim que as moças que se deixam mandar pelos homens sentem, MISOLTA"
(E ainda pensou: "Hm, algumas meninas gostam de ter um homem ~mais forte~ que elas para fazer o que eles querem. Se eu gosto disso? Bom, é um pouco emocionante, mas será que não é mais divertido fazer com que eles obedeçam?)



"Vejam garotas, não tem nada demais nisso - tudo que cês tem que fazer é ter CONFIANÇA EM SUA PRÓPRIA FORÇA"

(Tudo verdade, girl power, gatas!)



Quando, andando pelas ruas com sua fantasia, foi considerada com "pouca roupa" e nem ligou pra umas velhinhas despeitadas que comentaram a ~ falta de panos ~ e o cinto e o bracelete em bronze. Fuck you, envious!



Quando a terceira cavalaria a prestou uma homenagem e tudo que ela conseguiu dizer foi:
"Mulher Maravilha, elegemos você nosso coronel honorário"
"Migos, eu comando vocês a serem honestos com suas esposas e namoradas, ok?"



Quando ela aconselhou uma garota que se julgava fraca a ir buscar a própria vida:

"Me submeter a um marido cruel arruinou minha vida. Como uma fracote, que é que eu posso fazer mesmo né?"
"Fique forte! Lute, busque seu próprio sustento, a armada feminina ou a marinha! Não pare de lutar nunca, que quanto mais você o fizer, menos precisará"

(ok que eram tempos de guerra gente, mas o conselho foi dado: sai dessa e vai atrás do que é seu, queridona)



Quando ela ensinou para as mulheres de Eveland que usando a inteligência, as mulheres conseguem conquistar homens "mais fortes" (ou, menos babacas ou opressores)
"Obrigada, princesa, por nos mostrar que sendo espertas podemos sim conquistar caras legais!"
"E vocês não esqueçam disso não, viu?"



Quando ela mostrou que para libertar alguém de ser escravizada não precisaria se tornar sua próxima "dona":

"Ei, eu sou uma pessoa amorosa e gentil. Sou mais forte que a Baronesa Paula. Vou destruir suas correntes!"
"Você, você pode? Eu não serei mais escravizada, Mulher Maravilha?"
"Vê só, é fácil. Eu posso quebrar suas algemas da mesma forma, oras"
"Maravilhoso! Você pode realmente me libertar da Barones?"

(É claro que ela podia - e o fez)


Quando ela ensinou que, se unidas, as mulheres conseguem vencer muito mais fácil tudo nessa vida.

"Somente o trabalho em equipe pode vencer agora, meninas. Trabalhem juntas!"
"Todas juntas, agora!"
"VAI TIME, VAI TIME!"



Quando ela salvou a vida de um vilão mesmo ele sendo um filho da puta porque ela é uma justiceira sim, mas vingadora nunca.

"Mulher Maravilha, cê me salvou, POR QUÊ?"
"As amazonas acreditam em justiça, e não em vingança"



Quando ela salvou a Baronesa, apesar de o pai da moça ter tentado a matar.

"E pensar que você salvou a vida dela mesmo depois de eu ter a tentado matar!"
"A lei do amor não conhece inimigos, ela se baseia em ajudar a todos"
(Fofa <3 comment-3--="">



Quando ela deu uma puta lição sobre como se deve tratar uma moça:

"Trate a princesa como se ela fosse um indivíduo! Uma pessoa! Mostre a ela amor e afeição - e ela vai ficar feliz - e nunca mais irá querer fugir novamente"




"Eu não consigo entender essa minas!"
"Você poderia se soubesse como é ser mulher num mundo governado pelos homens. Elas querem ser escravas pois tem medo de serem livres e competir com eles"
(E pensou: "Se essas mulheres querem ser escravas, não há mal nenhum nisso. O ruim para elas é se submeter a um mestre do mal como essa Paula aí. Uma boa patroa poderia fazer maravilha com elas!"


Todas somos - ou queremos ser - mulheres assim, maravilhosas. Quem não? Espero que pra próxima festa de Halloween eu consiga me fantasiar de, ainda que por uma noite!



0 Comentários:

Postar um comentário