Se for trair, favor não namorar

5.21.2012 -


Pela lógica, trai apenas quem namora. Reúne certa coragem em cometer o carnal e libidinoso ato aquele que não só pensa, mas peca por colocar no plano real aquilo que rodou no lado B da vida, nas fantasias e eroticismos. Sem lógica alguma, vai atrás de uma certa adrenalina, do perigo que faltava no dia, da emoção que sumiu de repente por entre a rotina do relacionamento, e erra. Opinião, um recado, mais respeito: se for trair, favor não namorar.

Fechar negócio nesses lances de amor requer muito querer. Parece complexo, só que na verdade é simplíssimo: quer? Quer. Muito? Bastante. É recíproco? Se sim, acordo praticamente assinado: faremos um ao outros felizes o tempo que for pra durar, as DR's não serão constantes, nos veremos tantos dias durante a semana e vamos tentar manter os amigos por perto, sabe como é - às vezes o barco fura, de vez em quando a curva aperta, e vai saber quando não se é necessário queimar todas aquelas palavras do calor de um momento onde um passa a ser do outro, ao menos na teoria. Ou seja: tendo certeza de que o perfume da criatura é o cheiro mais pedido na hora de dormir, raciocinando conforme os pinotes que o peito dá cada vez que chega a hora de se rever após 48h distantes e qualquer outra pessoa interessante se torna magicamente mais uma que passa, ok. Apaixonados, um ao lado do outro, sendo mais que amantes; cúmplices. Bem mais que apenas namorados: melhores amigos. E é por esse pensamento que não passa a ideia de que adultério é algo que se justifique. Que firmar uma parceria requer aceitação com esses pequenos deslizes. Até porque na prática, o concurso engasga quando a trama envolve um de nós, não é mesmo?

Claro que existem brigas, a distância pode incomodar os mais carentes, existem coisas piores que trair dentro de um relacionamento. Sim, tudo verdade. Nada menor que o amor, porém. Motivo nenhum melhor que ser louca pelo cara que, não é perfeito, mas nos cuida como nenhum outro quando a barra pesa. Desculpa nenhuma mais grandiosa que sumir nos finais de semana porque ao lado daquela moça meio maluca o mundo fica apertado, de tão pequeno. Existe espaço pra outra pessoa quando um casal é na íntegra, inteiro? Eu duvido. Como se sentir decente e boa pessoa, conseguir dormir leve e manter a consciência limpa tendo enganado quem nem ao menos imagina a fragilidade frente a uma (ou mais) tentações? Questão que passa longe do meu entendimento. Está infeliz? Falta algo? Termine. Deixe. Acabe. Sem confiança, não há muita chance de futuro próximo. Livre a pessoa de um amor que nasceu torto e mais tarde se tornará um peso morto, mais um dos tantos problemas diários. Vá atrás de uma liberdade digna e que possa ser aproveitada de corpo e alma, se é isso que o grito interno pede.

Se for namorar, favor não trair. São anos e anos de homens achando que podem tudo só porque são sexo forte e todo um discurso babaca que merece o lixo como trono. O mundo cada vez mais igualitário, o amor real, desses de verdade mesmo, cada vez mais escasso. Preservem seus pênis intactos, meninos (assim como a mente sã, por favor). Mulher é sinônimo de alarde, e mais de uma, dor de cabeça. Que a sensação de fazer algo errado se resuma em trabalhar demais, sumir de vez em quando, estar cansado do papo antes de dormir e esses pequenos deslizes. A gente aceita.

13 Comentários:

  1. Super concordo com o texto. Ódio mortal de alguém que está namorando, seja homem ou mulher, e acaba traindo pq diz que a carne é fraca ou que isso tá no "genes". Ódio mais ainda do cara que abre a boca e diz "quero me apaixonar, mas não consigo", também pudera né, dá em ima de Deus e do mundo, chama todas suas "amigas" do face de lindas, mas não sabe focar em uma mulher em especial, e quando foca, quando deseja essa mulher, cai no erro imbecil de continuar atirando para todos os lados. Imagina se uma mulher em sã consciencia vai querer entrar numa relação com o cara assim, difícil, por mais tentador que seja, entrar num relacionamento fadado ao insucesso, é a maior roubada da face da terra. É dormir e acordar com a sensação de estar em determinados lugares e começar a pensar: Será que já pegou, tá pegando ou vai pegar???? INFERNO NA TERRA. Digo, logo. Ixee desabafei kkkkk é por aí rsrs. Mas concordo, poxa se quer tudo e todos, mantenha-se solteiro, colecione mulheres, mas não venha namorar,em seguida trair e achar que isso é "normal".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior de tudo, Wélida, é que tem muito homem que pensa assim: se a sociedade está machista, é assim que eu vou me manter. Em time que está os favorecendo, eles não mexem, certo? É por aí. Uma droga. Mas o bom é que cada vez mais o espaço da mulher para se tornar igualitária é grande. Isso é o que me deixa feliz. Beijoca, moça!

      Excluir
  2. Estou fazendo algumas entrevistas informais com casais para o dia dos namorados. Alguns acreditam que "ser fiel" é considerado uma qualidade. Pra mim é o mesmo que ser honesto, educado e dar lugar à gestantes e idosos no ônibus: nada mais que obrigação. Tô equivocada ou há uma inversão de valores?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A meu ver, Di, você pensa com coerência, sim. Embora hoje em dia tudo esteja tão bagunçado que ser leal, mais do que ser fiel, é uma qualidade a ser buscada, na minha opinião. Parceiros na vida, ao invés de apenas no lado sexual-sensual. Enfim, pelo menos lembram que a fidelidade importa hehehe
      Beijos, garota!

      Excluir
  3. Concordo com tudo. E, claro, podemos substituir, no texto, alguns "caras" por "gurias", muito embora a estatística desfavoreça os homens, a meu ver, estes muito mais infiéis em maior parte. E aos traídos e traídas, que respondam com a melhor atitude, como diz um comercial por aí, "a fila anda". E outra melhor resposta, não pague na mesma moeda, faça melhor, apenas ignore, afaste-se, esqueça. E continue acreditando que na fidelidade, no caráter, no amor, está a única resposta possível. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro, Waldir: tratei o texto como "caras" porque meu público é 98% feminino hahaha mas é bem substituível por gurias, garotas, moças, mulheres, sim. Trair é um gene do mal, independente do sexo da criatura, não acha? Se está ruim, basta acabar. Enganar é apenas protelar a morte lenta do que já não faz tanto sentido assim.
      Bom te ler por aqui! Um beijo

      Excluir
  4. Disse tudo Camila, e óh, tantas meninas por aí piores que os rapazes tbm viu. Uma pena. Que a pessoa, quando quiser mesmo namorar, que seja inteiro e que seja único.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aninha, é verdade. Tem meninas que andam querendo vestir as calças até mesmo nessa questão; traem antes de serem consideradas "cornas". O que é triste. Sem confiança não rola relacionamento decente. Sem afogar a pessoa e nem deixar solta demais, acho o ideal. Concorda?
      Beijinhos, guria!

      Excluir
  5. A traição está aí e é um fato. Todos estamos sujeitos a sofrer por uma. Ter um relacionamento, não é pra qualquer um...e infelizmente não são todas as pessoas que têm a consciência de que se é pra encarar um namoro, que seja único, sincero e verdadeiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente. Mesmo. Porque o que sei de gente que namora mas não faz jus à sorte que tem, olha...Enche mais de duas mãos, acredita? É complicado. Ainda mais, quando somos jovens. Ou menos? Vai saber. Se for pra estar junto, que seja por vontade própria. Beijo, Júh!

      Excluir
  6. Como sempre ótimo texto Camila, parabéns! Porque realmente "se for namorar, favor não trair!"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao menos isso, por favor! Tem coisas muito piores, é verdade, mas comecemos pelo básico que é, além de amar quem a gente escolheu, respeitar, certo? Obrigada, queridona. Um beijo!

      Excluir
  7. Maravilhoso e tudo o que eu penso. Mas já não é coisa de homem isso de trair, as mulheres também andam cedendo as tentações. Vou confessar que até já fui convidada a trair, mas abomino com todas as forças isso, e concordo de todas as maneiras que se é pra trair, não namore. Não minta, termine, não estrague um relacionamento com seus momentos bons por noitadas, por fodas, por outros corpos e aquela fugidinha ridícula. É tão difícil ter alguém que valha a pena ao lado e que nos goste como somos, desperdiçar é derperdício, ainda mais por alguém que não se equivale a quem temos ao lado. Muito bom teu texto, beijão.

    ResponderExcluir