Calmila responde: amiga solteira x amigas que namoram

5.17.2012 -

Olá Camila! Tudo bem? Sou muito fã do seu blog e sempre que tenho tempo, leio todos os seus textos. O que me fez criar coragem, depois de ver como você ajuda e aconselha quem escreve para você, a “dividir” o que está acontecendo comigo.

Olá querida, tudo bem sim, e contigo? Ó, que coisa boa.. Pois vamos ao problema.

Bem, minha vida mudou muito do final do ano passado até agora. Perdi duas das minhas melhores amigas, por pura bobagem e aquele orgulho besta de ambas as partes. Fiquei realmente muito triste com isso, muito mesmo. Não que eu nunca tivesse perdido amigas antes, o que é algo sempre ruim, mas nunca sofri tanto como nesse caso (ainda bem que tinha outras amigas com quem contar).

Putz. Mas sabe, pelo que tenho notado, tem muito acontecendo por aí. Parece que a gente anda num momento meio de triagem, separar o joio do trigo - ou, quem nos é caro, e quem nem tanto. Acontece, né. Entristece sempre.

Eu nunca tive um círculo muito grande de amizades, e isso não me incomodava, porque acredito que amigos verdadeiros a gente conta nos dedos, como dizem por aí. Só que nesse ano tudo ficou pior: minha melhor amiga começou a namorar um cara de uma cidade vizinha.

Sim, amigos mesmo, a gente aprende que se conta nos poucos dedos de uma mão só. E, como habitual, o drama da amiga que namora, o relacionamento entre as duas que muda, uma parte fica ressentida enquanto a outra não entende e corre atrás enlouquecidamente, essas coisas. É bizarro e nem mesmo deveria existir esse abismo entre quem já foi tão importante pra nós e quem está sendo então (o namorado). Falo como parte de namorada, pois também tenho uma melhor amiga e, sim, mudam algumas coisas mesmo. Quem não vê, se engana direitinho.

Não entenda mal, eu gosto dele e fico realmente feliz por ela ter achado alguém que a faça bem. Mas o problema é que ela começou a se afastar de mim, por sair com ele e mais uma amiga dela que namora o amigo dele. Programa de casais.

Ah, daí complica mesmo. Vocês passaram a continuar se vendo como antes, quase todo dia, se ligando de vez em quando? O assunto dela passou a ser só o cara e coisas do tipo? Acho que você pode ter se sentido um pouco "excluída", o que é normal, mas na maioria das vezes tem como conciliar o momento de estar com uma melhor amiga e outros de se reservar só pro boy. A gente vai aprendendo. Mas se, ela passou a fazer SÓ coisas de casal, mudou contigo e etc, fica complicado.


Outra amiga minha também namora, e a outra está indo pelo mesmo caminho. O que acontece é que eu nem vejo mais elas, não saímos juntas e estamos todas meio que afastadas.

Alguns chamam de vida de adulto, e que aí pelos vinte e poucos anos, começa a acontecer. Se a amizade era forte mesmo, passa por momentos ruins, como qualquer relacionamento (mãe e filha, irmãos, e namorados, também), mas retoma. Volta. Às vezes, até mais fortalecida que antes. Fazer outras amigas, conhecer gente e se ocupar geralmente tem o efeito de despertar em quem anda afastado uma vontade incontrolável de tentar voltar a ser como era antes. Geralmente.

Eu que já namorei enquanto elas estavam solteiras, sempre saia com meu namorado e com elas. Acho pura bobagem quem se fecha no namoro e esquece que existem outras pessoas. Até porque, o namoro não vai durar para sempre, e quando estiverem solteiras vão procurar as amigas que deixaram para trás.

Pois é, verdade. Como eu disse antes: tem como conciliar, sim. Chame essas amigas suas que estão um pouco ceguinhas para programas de dia, de tarde, leves, pra dormir na sua casa, coisas do tipo, que são as mais recomendáveis quando a gente tá comprometida e louca pelo cara. A maioria dos homens não curte que a guria vá em balada com as amigas, como antes (aqui no RS, em Porto Alegre e, os casos que conheço). Barzinho, deixam com aquele pé atrás de não voltar tão tarde e ligar às vezes, perguntar como está e tal. Tente fazer dar certo, sabe. Não se emburre pelo fato de só você não estar comprometida. Como já esteve, sabe bem que tem como dar atenção a todos e ser amada por vários.

Agora me vejo sozinha, sem nem ter com quem ir em alguma festa e ainda tenho que escutar delas coisas do tipo: “Por que você não arruma um namorado?” “Por que você anda sumida?”

Que triste. Acho que, tu pode continuar tendo essas amigas, claro. Mas sempre tem aquela colega da faculdade que é bacana e poderia muito bem sair pra balada. Ou aquela amiga de infância que ficou esquecida, a vizinha de prédio, enfim, quem possa sair conosco e ser uma ótima parceira de noite, de bar, de vida noturna para solteiras. Se você não quer um namorado e nem pintou ninguém interessante, relaxe. Não é porque todas estão compromissadas que se torna obrigação sua achar um cara decente às pressas.

E o pior é que elas não entendem o meu lado... Eu sou bem tímida, não sou daquelas que vão a alguma festa e já saem de lá com um cara. Na minha cidade as pessoas que vão a festas só querem curtição, e nada mais sério. Agora fico nessa vida patética, esperando minha faculdade começar, vendo minhas amigas duas vezes ao mês e sem nem ao menos ter companhia pra sair. Não sei se ficando mais na minha eu estou agindo da forma correta... Não sei mesmo! Me ajuda Camila?
Obrigada desde já! Sou uma grande fã sua e me identifico muito com seus textos.
Beijos.

Então. Disse antes, mas não custa repetir. É tímida? Vá se despindo disso aos poucos (conselho pra vida, a gente perde muito tempo ficando só com a gente mesma). Sem forçar, mas com vontade mesmo. Arrisque uma frase, um sorriso no ponto de ônibus, conversar com futuros colegas da faculdade que daqui uns dias começa - junto com a vida nova e a possibilidade de conhecer gente interessante e que tem a ver com você. Até é válido tentar uma retomada com as amigas que namoram. Mas aos poucos, com cuidado, e sem muita expectativa (uma hora elas se tocam). A gente vê a solidão como algo assustador, mas nada é melhor do que não depender da vontade, opinião e capacidade dos outros, nadinha nesse mundo. Como a gente, só nós. A forma fica no lixo. Boa sorte, e espero ter ajudado, guria. Um beijo!

Quer enviar também o seu dilema, pergunta, desabafo? Escreve bonitinha pra camilapaier@gmail.com e aguarde!

6 Comentários:

  1. comigo é parecido, a diferença é que eu sou a unica que namora no grupo e mesmo depois de quase dois anos com ele, tentando dividir o tempo com o namorado e as amigas, elas ainda continuam distantes. Então a gente meio que se acostuma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, eu sei BEM como é. Rola um afastamento, sim. Os assuntos vão sumindo, as prioridades são outras, vai mudando e quando percebemos deu uma bela esfriada. Pior é ver que, as amizades masculinas, do namorado, apenas se fortalecem. Mulher é bicho brabo. Beijoca, Cecília!

      Excluir
  2. poxa , isso acontece cmg ! Elas não se fastarm de mim , mas mesmo assim é chato pq de uma turma de mais ou menos 8 amigas sou a unica solteira,elas sempre me chamam pra sair mas acabo servindo de castiçal,me dou mto bem com os namorados das minhas amigas e isso é um ponto mto positivo, mas final de semana é literalmente 'fim' acbao sobrando , ja comçei um namoro so pra não ficar nessa ( namoro que acabou , justamente por ter começado de forma errada , so pra n ficar só )... mas no fundo , fico feliz por ver minhas amigas felizes e ai se eles as machucarem ou tetarem nos afastar ! Sei que ja ja chega minha vez (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certo mesmo, já já chega a sua vez. Não dá é pra desanimar. Quando vamos envelhecendo, é algo que ocorre, não há muito como fugir, não é mesmo? Que bom que você leva numa boa (ou parece). Beijoca e boa sorte!

      Excluir
  3. Vivo isso, e olha... não é fácil. Por mais que pensamos que ''logo chegara nossa vez'', ''minha amiga está feliz e é o que importa''... acabamos sentindo falta de ter alguém também. E quando somos tímidas tudo parece ficar 10 vezes pior. Mas passa... ou a gente se acostuma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os dois: passa, porque o mundo gira e cada dia é único e muda pequenas coisinhas, e nós nos acostumamos sim, e como eu disse, vamos mudando internamente também. Mas uma coisa te digo com certeza: a tua hora está marcada, o bom mesmo é esperar sem desesperar. Beijos!

      Excluir