Estante: Embriagada, de Koren Zailckas

4.18.2012 -


Tive a brilhante (ou não sei se é pra tanto) ideia de escrever sobre livros que se encontram na minha biblioteca particular. Denomino apenas "livros" porque não vou me ater apenas aos que amei de paixão ou figuram como meus favoritos. Posso vir a comentar sobre edições que não consegui passar da segunda linha ou, outras em que, mesmo tendo finalizado a leitura, faltou um quê, o tal algo a mais. Enfim, a sessão "Estante" aqui no blog está oficialmente aberta!

Para começar bem, revisito Embriagada, da americana Koren Zailckas. Comprei num balaio da conhecida Feira do Livro de Porto Alegre em 2010 por, no máximo, R$10, 00. Desde que iniciei a leitura, não desgrudei do exemplar. Trata sobre a triste história de uma jovenzinha típica, mas sem muitos atrativos e personalidade que, desde a pré-adolescência se rende aos poucos ao vício do alcool - perdendo momentos importantes pra toda menina como o primeiro beijo, a primeira vez e o primeiro amor, totalmente bêbados assim como estado de espírito da garota. Narra ao longo do tempo como nasceu a paixão pela bebida alcoólica, o efeito das más companhias no fermento do vício, a dependência quando descoberta, a relação dela com os familiares mais próximos (abalada, afinal com o tempo todos foram descobrindo que ela andava perdendo no placar pro alcoolismo) e o conturbado curso na faculdade, onde fez amizades, desafetos e amores interrompidos pela adicta de forma trágica. Deixa bem a mostra o vazio e o buraco que uma dependência química pode causar em qualquer um de nós, seres humanos. O bom é que a srta. Zailckas não nos poupa de detalhes, conversas, frases bem construídas e reflexões sobre o tema. Bom para você, sua mãe, tia, vó, prima e qualquer outra mulher, da idade que possuir.

É um relato bonito para se ler de quem venceu uma das maiores causas de tantos problemas pessoais hoje em dia. A parte em que ela se descobre vazia e perdida após tanto tempo vivendo num mundo onde não se deixava inserir por completo e admite o vício é realmente emocionante. A volta por cima, após anos e anos de bebedeiras pesadas diariamente e fracos laços afetivos, nos faz ver na autora uma vencedora. Da jovem que fez uso abusivo do álcool para despertar em si uma valentia escondida e suprir sua melancolia após copos e copos de vodka, cerveja, tequila e derivados, à Koren autora, centrada, racional e bonita, como podem ver na foto. Vale a leitura, recomendadíssimo!


3 Comentários:

  1. Muito bom...ainda to lendo o tamanho da letra não me ajuda muito. Ótima indicação

    ResponderExcluir
  2. Corajosa a Koren, contando tudo o que viveu na própria pele.

    ResponderExcluir
  3. Uau. A história é simplesmente triste e emocionante. O livro parece que não é tão famoso, mas isso não importa. A maioria dos ótimos livros são de autores desconhecidos, mesmo!

    Coloquei o livro na minha lista de livros pra comprar porque esse realmente vale pena ler!

    Bjs.

    ResponderExcluir