Atitudes masculinas que a gente adora - e de tão simples, eles nem percebem

2.15.2012 -
f

Presentão caro, extravagâncias a dois, viagem internacional? Que nada. Tem atitudes tão mais simples - e que a gente tanto admira quando feitas - que essas sim, nos fazem sentir de dia ganho. Há quanto tempo não enche a sua namorada de beijos, até que a amada não aguente mais e parta para fazer o mesmo em cima de você? Ou envia assim, inesperadamente, e mesmo que seja uma palavras apenas como mensagem SMS, sinalizando um "estou aqui longe mas pensando muito em você" para que ela conserve de orelha a orelha um sorrisão pelo resto das horas? Pare e repense: é importante, e hoje em dia, nada mais pode ser considerado garantido. Quando regado diariamente, no formato de drops de carinho, paixão, ou atenção, fica fácil florescer apenas jantares contentes, beijos apaixonados e uma paz compartilhada que dá um bem danado.

É maravilhoso quando, mesmo com o passar dos meses, os beijinhos de esquimó continuam sendo dados, em plena tarde dominical, nosso cabelo tirado do rosto - enquanto conversamos - e sejamos sempre colocadas do lado de dentro da calçada, ou puxadas pelo braço em forma de alerta quando atravessarmos a rua sem olhar direito. Todos apreciamos um mimo, e claro, ver que existe um cuidado em se preservar o que somos de bom na vida do outro é mesmo gratificante. Pode ser um beijo na testa, uma cartinha apaixonada com aquela letra máscula e única que só os homens tem (vale um bilhetinho também, qualquer regalo que futuramente possa se tornar peça chave de boas lembranças), uma ligação inesperada apenas para ouvir a voz, porque a saudade apertou de repente. Preocupação e uma doçura em especial quando passamos mal ou ficamos doentes, massagem nas costas depois de um dia cansativo, cafuné nos cabelos até que a gente quase adormeça. Inventar um apelido singular e nada clichê, e usar e abusar de assim nos chamar. Cozinhar de vez em quando, servir nosso prato - e copo, nos puxar mais pra perto e querer estar juntinho ao assistir a um filme ou algo na televisão.

Fazer de nossas mãos um ato de delicadeza: beijem com exagero, segurem publicamente sem hesitar, repousem sobre a sua, quando dirigindo. Achar que a nossa beleza ultrapassa os limites do bom senso, é opinião obrigatória do resto do mundo (e nos falar isso, quando os ataques de baixa auto-estima nos pegam desprevenidas). Mulher é mesmo assim, rapazes: é agir cheios de amor pra dar - apenas para uma de nós, claro - é querer que a cada dia a receita de estar juntos apenas se aprimore, o gosto de ter alguém do lado faça sentido e a gente se entrega fácil. Nem sempre de bandeija, mas de braços (e corpo, e mente e coração) abertos, a cabecinha já aquitetando surpresas para que sejamos únicas enquanto durarmos - e que seja pra sempre, ou intenso enquanto houver vínculo, claro - e a reciprocidade exista. Carinho somado à mimo e ternura só podia resultar num fim distante ao amor que a gente sente, é lógico. Só faz aumentar.

19 Comentários:

  1. E mais uma vez, outro texto maravilhoso escrito por ti, Camila. Cada dia que passa me torno mais ainda sua fã. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo, pequenas atitudes que podem deixar o relacionamento mais fofo e apaixonado! Não tenho namorado hahaha, mas mesmo assim cada atitude deve contar muito!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Sempre temo entrar aqui e ler algo que vai apagar o encanto que sinto emanar de seus textos (pois, de fato, há certo tempo aconteceu; mas meu sentimento foi salvo ao perceber que não era você quem havia escrito).
    Insisto e sempre - sempre - encontro coisa boa, coisa que amacia o coração.

    "Quando regado diariamente, no formato de drops de carinho, paixão, ou atenção, fica fácil florescer apenas jantares contentes, beijos apaixonados e uma paz compartilhada que dá um bem danado."

    Visito o blog com frequência, mas (como já dito no único "suspiro" que ousei deixar por aqui) nunca comento por saber que você tem admiradores o suficiente para se tornar cansativa a tarefa de dar atenção a todos eles.
    Eis que arrisco mais uma vez.
    Da última, você fez a gentileza de visitar meu endereço e, até em comentário, transparecer a afinidade que simpatizo em seus textos.
    Que fique claro que o comentário não se destina a isso - essa troca de visitas que, hoje em dia, cheira a necessidade de atenção e é um pouco doentia.
    Mas também que esteja claro o bastante que, ainda que em silêncio, minha visita será sempre uma constante no Calmila.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  5. Pergunta: como você lida com críticas/correções?

    ResponderExcluir
  6. Pequenas atitudes, grandes momentos.
    Em casa, cada pedacinho do dia, cada doçura, será relembrada e um sorriso no canto da boca surgirá!

    ResponderExcluir
  7. Ligação quando a saudade aperta é mimo demais! Tô amando cada vez mais os seus textos, os temas, a forma como você trata o amor.. Que lindo! Sorte nossa, que temos os moços dedicados pra dar e receber esses carinhos pequenos, mas que fazem toda a diferença!

    ResponderExcluir
  8. Ahhh .. que texto ótimo!
    Tão verdadeiro . . .
    PARABÉNS !

    ResponderExcluir
  9. Faço muito dessas coisas com minha namorada, deve ser por isso que ela tanto me ama. :h

    visite meu blog: antimateriadonada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Agora entendo porque de "suspiros"...
    Suspirei demais :)
    Adorei, Camila

    ResponderExcluir
  11. Mil suspiros pra esse texto, pode? haha
    É bem isso. Ações pequenas e cotidianas que alimentam e até renovam qualquer paixão. Romantismo mesmo é esse carinho no dia a dia.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  12. É tão gratificante vir aqui e pensar : Ainda tem gente que pensa/sente como eu. Pra mim essas pequenas e quase imperceptíveis atitudes, vale muito mais do que qualquer outro presente que eu possa ter ganho, nem mesmo um vídeo com um dos meus cantores favoritos "me tira do chão" do que a mão deslizando no meu cabelo pra arrumar os fios rebeldes ;)
    Teu texto mais uma vez confirmando o teu talento e a tua postura admirável em relação não apenas ao teu relacionamento, mas como a maioria deles deveriam ser e com o que NÓS MULHERES devemos realmente nos importar. Parabéns guria!

    ResponderExcluir
  13. Olá estou te convidando para visitar o meu blog, tenho certeza que irá gostar, beijos.
    http://fasesdegarota.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Que lindo Cá! Ameeei tudo e concordo muito, são esses pequenos detalhes que nos ganham, sem mais.

    ResponderExcluir
  15. Camila,

    Depois de ler esse texto e os comentários (é, leio todos. Afinal, gosto de saber diferentes opiniões daquilo que gosto e admiro) percebo que sou uma garota de sorte. Você, que chegou a abençoar esse "namoro", acho que nem lembra, heheh. Meu querido, manda mensagens no meio do dia, faz agradinhos e mimos sem esperar nada em troca e posso dizer, com toda certeza do mundo, não existe coisa melhor.
    E o melhor é poder mostrar a ele esse texto, para lembrar que o mundo não está tão errado assim. Ainda tem gente que sente. Um beijo.

    ResponderExcluir
  16. Simplicidade que é fundamental e só faz fortalecer o amor.Uma pena que os caras não saibam da eficácia dessas atitudes(pqe se soubessem não seriam frequente tais comportamentos).Resta aproveitar quando acontecer e talvez, quem sabe, assim como quem não quer nada, enviar esse texto pro bonitão.Vai que funciona...

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. De fato, não é o "preço" que dão valor às coisas, mas as coisas possuem o valor que damos a elas...e por muitas vezes, mais vale um abraço apertado depois de uma semana sem ver o querido, do que uma vigem caríssima cheia das pompas.
    ótimo texto
    Keep in this way ;)

    ResponderExcluir