Calmila responde: do "namorado" que some e reaparece e da querida que aceita

12.14.2011 -


Camila,
Quando eu era mais nova, conheci um cara que mudou minha vida. Foi o primeiro cara que eu acredito que tenha gostado de verdade. Na época ele era muito mais velho que eu e por isso, nosso "namoro" era barrado sempre pelos meus pais. Mesmo assim, fomos nos encontrando as escondidas. Um cinema, uma tarde no parque, nada de mais. E foi assim durante mais ou menos um ano. Depois disso, ele foi viajar (nós ainda estávamos "juntos"). Até, que ele, simplesmente, sumiu. Sim, sumiu!

Oh, gosh. Ok, ele era mais velho. Seus pais nã aceitaram, tem alguns por aí ainda desse tipo, e tudo o mais. Namoravam às escondidas. Até que, ele foi viajar e, opa: sumiu. COMO ASSIM, gente? Ai, senhor. Nenhum sinal de que ia decolar, nenhuma pista de que ia dar no pé? E assim: desaparece. E u surtava. E quando achasse de novo, matava o dito cujo. 

Fomos nos reencontrar cerca de oito meses depois. Ficamos juntos mais uns dois meses. E, adivinha? Sumiu. No dia em que eu finalmente ganharia minha 'liberdade' em relação a isso tudo. No dia que poderíamos ficar juntos sem nenhuma dificuldade.(detalhe: ele ainda não sabia dessa minha "carta de alforria").

Tá, ele reapareceu, e você ali, prontinha pra aceitar ele de volta, assim como as desculpas esfarrapadas ao invés de dar com um gato morto na cabeça do idiota? Raciocina comigo: ele é mais velho que você. Ele (deveria) ser mais maduro que você. E, ao invés de falar na lata, de chegar ao ponto em que deve e ser sincero, simplesmente acha que é Houdini e faz a mágica do desaparecimento. Desculpa mas, a falha começa em você ter aceitado tudo assim, muito bem. Acho ok que tenha passado meses, e que as coisas mudam, o tempo passa: mas ele NAMORAVA você, e sumiu. Que porra é essa, sabe? (Desculpe a agressividade, mas não tem como se conter. Me coloco no lugar meeesmo). 

Nesse meio tempo em que ele sumiu, mudei de cidade e refiz minha vida amorosa. Tinha decidido nunca mais voltar para ele. Mas, ele apareceu novamente e disse todas aquelas coisas que a gente sonha em ouvir da tal pessoa "certa".

E porra, pra você, a pessoa "certa" é quem some e reaparece assim, sem explicação ou motivo plausível? Para mim não! 

Se bem que, eu não ouvi, eu li - depois da mudança, a gente se comunica por e-mails. Quando voltei para a cidade onde morava, numa visita básica, decidi aceitar o convite dele e saímos para jantar.

(Daí do nada, no meio da janta, ele foi ao banheiro, não voltou mais e a conta deu super cara, e claro: você teve que pagar tudo sozinha). Desculpa a brincadeira, não consegui resistir. É só que, olha. Me explica um dia como é que você conseguiu aceitar tudo isso sem medo ou remorsmo nenhum? Tem que ter é muito amor, hein.

Nós conversamos, mas nada ficou certo. Tanto eu como ele ficamos meio bobos ao nos vermos depois de muito tempo. Sentados ali sem saber o que fazer e nem falar. Os pensamentos eram tantos, os por quês também...E não passou daquilo. Apenas conversamos.

Pequeno avanço. Melhor que você cedendo de novo para o medo de compromisso/ a falta de caráter / sabe-se lá o que que ele tenha o fizesse desaparecer do mapa, deixando a senhorita confusa mais uma vez.

Voltei para a minha cidade, nos falamos algumas vezes, mas seguimos com nossas vidas, um fora da vida do outro. Quando voltei à cidade em que ele está para outra visita, a gente se viu e ficou. Em meio à tantas juras da parte dele, simplesmente deixei de lado e resolvi curtir o momento. Depois que voltei, a história se repetiu. Trocamos alguns e-mails, e só.

Padrões se estabelecem em relacionamentos. Normal que seja sempre como tudo foi. Mas anormal, ao menos para a minha pessoa, é você aceitar tudo isso. Sei que a gente fica cegos quando apaixonados, que não pensamos direito e que há criaturas no mundo que nos fazem literalmente burros. Porém, não é saudável. Se formos fortes, conseguimos fazer com que essa visão ilusionada da pessoa saia da nossa mente, e nos faça ver o quanto aquilo é maléfico.

Agora, meses depois, ele conheceu alguém e está namorando. E eu também. Mas eu não o tiro da cabeça e sei que no pensamento dele eu também estou. Espero que você possa me ajudar e agradeço sua paciência.
Beijos, Bia

GENTE, mas como? E o seu namorado? Você firmou um compromisso com um cara que, parece estar afim de você (quis se relacionar, o que já é um grande passo pros homens de atualmente), convive e vive ao seu lado, e pensa no traste que sumia e fazia bagunça aí dentro. E tem certeza que também está no pensamento dele. Quem disse, minha amiga? Homens, quando começam a namorar, é porque realmente querem. São poucos os caras que assumem publicamente algo e ainda ficam pensando no passado - até porque, a namorada notaria. É mulher, e também tem intuição. Enfim: se você pensa nele com amor, é porque não ama o seu namorado. E se não sente algo digno pelo cara com quem tem um compromisso, caia fora, porque enganar as pessoas não é legal. Você, que tanto foi feita de boba pelo cara em quem ainda pensa, deveria saber, mais que ninguém disso. Se é ser enganada ou viver constantemente na montanha russa de saber se ele vai aparecer, ter certeza de que ele irá aos compromissos marcados, enfim. Espero que, lendo a minha ferina opinião, você consiga colocar a mão na consciência e pense direitinho (e com amor próprio) no que deve fazer. Veja bem se tem tido valorização, pela sua parte, ao que está podendo viver. Ou se, o que mais gostaria mesmo, é de cair nessas armadilhas da vida até aprender. Desejo boa sorte e peço desculpas a qualquer grosseria ou exaltação minha. Só escrevo realmente como se estivesse falando.

Camila Paier

Quer enviar sua pergunta também? Escreva com o português bonitinho, os detalhes no lugar e a história/pergunta/dilema contada por e-mail e se joga no send it pra camilapaier@gmail.com. Depois, é só aguardar!

4 Comentários:

  1. Claro que o sumiço dele se repetiria, como tu disse pra ela : "Padrões são estabelecidos nos relacionamentos." E porque ele se esforçaria se ela sempre estaria disposta? Acho que ela deveria, sim, terminar com o atual, porque este não merece e esquecer o ex...e por um tempo ficar sozinha, se conhecer melhor e perceber que tem valor real, porque o "cara mais velho" foi um imaturo que não deu valor nenhum pra ela. Uma pena uma história assim, mas espero que ela tire os óculos da ilusão, PORQUE O CARA NÃO QUER E SE ALGUMA VEZ QUIS, DEPOIS QUE PERCEBEU A FACILIDADE , PERDEU A VONTADE e siga com tua vida, menina! Siga e se valorize. ps: achei ótimo você ter escrito até as expressões de raiva, Camila, porque soltei uns palavrões mentalmente tmbm!

    ResponderExcluir
  2. Oi,
    passando pra fazer uma visita.
    E convidar pra um concurso que vale um layout exclusivo.

    http://iasmincruz.blogspot.com/2011/12/concurso-mega-blog.html

    ResponderExcluir
  3. Me revolto junto.
    Open your eyes, girl!
    E no caso, ajude o querido que está contigo agora a abrir os dele tb, será que ele merece alguém que, com ele, ainda pensa - e provavelmente dá sinais disso - no ex?
    Exatamente como a Camila disse, estás enganando ele e tu bem sabes o quanto isso n é legal.
    E, como a menina disse ali "ps: achei ótimo você ter escrito até as expressões de raiva, Camila, porque soltei uns palavrões mentalmente tmbm! " Me too, haha.

    ResponderExcluir
  4. Jesus, que guria complicada! Poderia estar vivendo coisas lindas com o atual, mas ainda pensa no "ex" imaturo? Por favor, que pelo menos pare de enganar o atual de tal maneira.. Assim somo sofre, faz sofrer, o que não vale a pena.

    ResponderExcluir