Calmila responde: Pro cara desgrudar

10.19.2011 -
 
 
Olá, Camila!
Depois de séculos sem escrever, aqui vou eu, direto para o Camila responde. Minha situação é a seguinte:
 
Olá, olá. Vamos adiante!

Em 2006, estudava com um cara. Do meio pro final do ano, comecei a olha-lo com outros olhos e então, não deu outra: comecei a gostar (e muito) dele. Ele também parecia estar afim e percebi isso quando ele resolveu fazer uma coisa que odiava só pra me ajudar. Claro que não foi só isso, mas esse foi, digamos assim, o gatilho.
 
Até então, nada de anormal. Homens costumam fazer pequenas coisinhas para nós, mesmo detestando, quando o nosso bem maior é mais importante aos olhos deles. Prossiga.
 
Tínhamos uma amiga em comum que vivia dizendo que ele gostava de mim. O problema: ele era muito tímido para me chamar para sair. Para solucionar a questão, foi simples: chamaria eu. E o fiz.
 
Corajosa, a moça. Não sei se eu teria tido a mesma atitude. Acredito que não (sempre fui muito "mulherzinha" e raramente dei o primeiro passo. Algumas vezes me arrependi; noutras, não). Mas enfim, admiro sua coragem em simplesmente tentar.
 
Perguntei se ele queria ir ao cinema, e ele aceitou logo de primeira, empolgado. Saímos, conversamos muito antes do filme começar e depois, voltando para casa, também. O problema é que, ele, além de tímido, era muito lerdo e não aconteceu absolutamente nada do que eu esperava.
 
Putz. Sei não. Segundo minhas experiências de vida, e o que já observei por aí, homem, tímido ou não, compromissado ou não, feio ou não, AGE. É do instinto masculino fazer algo, seja o que for, para conquistar o "objeto", ou no caso, a mocinha, desejável. Minha conclusão: ele estava em dúvida. Coisa que muito acontece com gente confusa e perita em se enrolar em relacionamentos por anos.

Depois disso, conversamos ainda mais. Eu, tentando entender o que havia acontecido na saída e torcendo para que a conversa evoluísse. O problema é que ele se mostrou ainda mais lento que no dia que saímos e eu comecei a perder a paciência. Ele prendeu minha atenção quando disse que a irmã (outra amiga dos dois) dele tinha pedido para ir ao cinema no dia que ele foi comigo, mas que ele não deixava porque tinha outro propósito. O problema é que ele ficou enrolando 2 meses, com vergonha de falar a que tinha ido (literalemente).
 
Que queria ter ido com você para te beijar, e não ficar apenas falando? Uma bela demora, eu admito que não teria paciência para tanto. Acontece sempre comigo: demorou demais, acabou o interesse. Dois meses é tanto tempo, são oito semanas...Imagine só!
Acabou que eu perdi a paciência e quando ele falou que realmente falaria o que o motivou a tal atitude, eu que não queria mais ouvir. Não tenho, nem nunca tive, paciência com homem lerdo (ou lento... que seja).
 
Nem eu. Enfim, não dá MESMO. Homem foi feito pra agir, já que quando nós, mulheres, agimos, eles se assustam como gatinhos perdidos pela cidade. Quem nos mal acostumou assim foi a própria raça masculina.

Enfim, paramos de nos ver no ano seguinte, por causa das obrigações da vida. Ele foi pra uma falculdade e eu para outra, ficamos um bom tempo sem nos falar.Até que, em meados desse ano, ele voltou a se comunicar comigo (tínhamos ainda os contatos virtuais) e agora tá que nem um louco correndo atrás de mim.
 
Arrependimento tardio? Consciência pesada? Aquela vontade louca de saber o que teria sido e não foi? Uma curiosidade absurda sobre como seria conhecer você "melhor"? Não sei o que motiva, depois de tanto tempo, alguns homens a se tocar de como foram idiotar nos perdendo no passado. Mas muito acontece, infelizmente.
 
Já foi direto ao ponto, já disse o que queria, mas, francamente, 5 anos depois, quem não quer sou eu. Só que ele não larga do meu pé. Quer sair comigo toda semana, diz coisas incompletas, só para eu perguntar do que se trata e ele falar do que sente, essas coisas. Falei para ele que não queria nada além da amizade da forma mais amigável possível, porque ele não deixa de ser um ser humano com sentimentos e detestaria se alguém fizesse de outra forma, caso fosse comigo. Só que agora estou nessa.
Como faço para que ele largue de vez do meu pé?

Bem, se você já disse da melhor maneira que encontrou, só basta sumir. Infelizmente. Você já falou. Ele, como ser humano, poderia ter feito bom uso das orelhas (ou olhos, caso tenha sido via internet) para que se fragasse. Te garanto que ele tem certeza de que foi fraco quando mais deveria ter sido forte. E que deve ter se arrependido mesmo, pois mulher com personalidade tá raro por aí hoje em dia. Enfim, dê um tempo dele nas redes sociais, bloqueie, não responda, suma. Infelizmente, tem caras que só "se tocam" desse jeito. A gente tenta não dar tanta atenção, tenta falar o mínimo, faz de tudo para mostrar que nossas intenções são outras - ou simplesmente inexesitem - mas insistência só gera ainda menos vontade. Ou seja, ainda menos chances de vocês virem a ficar algum dia. E mais e mais asco da sua parte, que deve estar se sentindo até mesmo mal com essa situação toda. Eu, sumiria. Total da vida do rapaz. Se não quero MESMO, não tem porque contato nenhum.

Espero ter ajudado, guria. Um beijão!

Quer enviar a sua dúvida também? Manda lá pro camilapaier@gmail.com que é só esperar.

3 Comentários:

  1. É o que sempre me falam. Tem que sumir mesmo da vida do cara. É algo chato, porque eu preciso fazer isso,e não to conseguindo,mas vejo que é o mais correto. Parece que só aprendem levando mesmo resposta na cara, batendo a real.(ou nem isso adiante né). Ai como eu preciso e muito criar coragem e seguir esse conselho da Camila rsrs. Ainda vou parar e escrever a minha história para a Camila, porque já ouvi de tudo um pouco e ainda não sei como proceder. Ah mulheres rsrs bjsss

    ResponderExcluir
  2. Oi, Camila, estou entrando em contato pois você demonstrou interesse em comprar este vestido http://www.aquibrecho.com/2011/09/vestido-azul-com-flores.html Agora todas as peças do nosso site têm frete único de R$ 10,00 para qualquer lugar do Brasil. Caso queira aproveitar, entre em contato pelo aquibrecho@gmail.com beijoca, Fer.

    ResponderExcluir
  3. Homem lerdo, ninguém merece!
    Lerdo e arrependido então, pior ainda.
    MAs dá pra piorar mais um pouco, quando pega no pé.
    Lerdo + arrependido + grude. A receita para a gente cair fora e ir pra longe mesmoooo.
    É triste que um dia quem a gente quis tanto cause essa "repulsa" na gente dessa forma, mas, acontece.
    Não deram valor na oportunidade, perderam, muitos irão dar!

    Adoro essa parte de ajudar as leitoras com suas histórias! Continue escrevendo muuuuito! :D

    ResponderExcluir