Calmila responde: Homossexualismo, bissexualidade ou curiosidade?

10.11.2011 -


Parabéns pelo sucesso do seu blog e, desde já, obrigada por essa iniciativa de nos responder!


Capaz, quem agradece sou eu! 

Bom, tenho 17 anos, sou virgem e a lista de meninos com quem fiquei é bem curta. Porém, tenho certeza de que esse fato da lista pequena e da virgindade tem mais a ver com o meu jeito do que com minha direção sexual. Meninos me atraem, já me decepcionei com eles e todas essas coisas que a gente vive, principalmente na minha idade.

Certo, até então, concordo com você. Se é mais reservada, não sai tanto ou simplesmente não se encanta com qualquer um, é uma opção sua. Normal na sua idade, como você mesma disse. Até aqui, tudo ok.

Nunca tive preconceito com pessoas que se relacionam com outras do mesmo sexo, ao contrário: acho até bacana a coragem daqueles(as) que assumem. Confesso também que acho bem sexy duas mulheres, quando bem femininas, juntas. Mas também até então nunca tinha passado pela minha cabeça com tanta seriedade ficar com outra menina. 

Pois então, aqui talvez já não entendo mais tão bem a situação. Que você teve poucas experiências com meninos, acho totalmente aceitável. Não despertou em mim, até hoje, esse desejo entre duas mulheres (ou, quem sabe, dois homens - por quê não?), enfim. Se é algo que vá nortear seu autoconhecimento e dar chance para que você descubra do que realmente gosta, vá fundo. Acredito porém, que você precise ser justa, tanto com seres do sexo masculino, quanto do feminino (ainda mais, que é virgem). O que provar de um lado, precisará experimentar também do outro. Para que todas as dúvidas sejam sanadas.

Não é de agora que brinco com algumas amigas minhas sobre isso. Tipo indiretas uma para a outra, se chamar de namoradas... Essas coisas. Mas sempre levava na brincadeira mesmo, com certa ingeuidade até. Não imaginava a possibilidade daquilo se tornar real - a qual, hoje cogito. 

Vai ver, de tanto brincar com isso, sua imaginação prendeu a ideia na sua cabeça. E agora, talvez você seja teimosa, e quer porque quer experimentar. Confesso que achei BEM estranho isso de se chamar de "namoradas" e coisa e tal. Talvez seja eu meio retrógrada, mas nunca tive esses momentos homo com minhas amigas. Vai ver é essa nova geração híbrida que está tomando conta.

Até que um dia, uma dessas amigas me confessou que já tinha, sim, ficado com meninas. 

E fazia todas as tais "brincadeiras" só na ingenuidade? Duvido. Segundas, terceiras, quartas intenções, talvez bem subjetivas nas entrelinhas de cada gesto ou frase que a moça se permitia.

Eu levei numa boa e não mudei meu jeito, nem as brincadeiras com ela por causa disso. Mas isso chamou minha atenção. Ter alguém tão próxima de mim que já teve essa experiência ativou minha curiosidade. Continuei na minha. 

Você não continuou na sua, continuou dando corda à sua amiga, mesmo sabendo que ela talvez goste de meninos e meninas like Renato Russo canta na música. Acho que é bem mais curiosidade sua (que se existe, deve ser suprida, sim) do que possivelmente a sua opção sexual em definitivo. Há pessoas que demoram anos, décadas, até definir o lado em que jogam...Pro mundo de hoje, nada de anormal.

Depois de um tempo, essa minha amiga perguntou se eu ficaria com ela. Como fiquei sem reação, pois realmente não esperava, ela disfarçou falando que era brincadeira. 

Sei..

Mas não era, a gente percebe quando não é! Ainda não ficamos, até porque ela mora em outra cidade, então ainda não existiu essa oportunidade. 

E por você, acontecerá então? Fala como se já fosse certo. Sinal de que quer, hein. Isso é tão "Aos Treze" (desculpe se ofendi, mas me lembra bastante o filme).

Desde então, isso vem se tornando cada vez mais presente em mim. Não são todas as meninas que olho com "outros olhos". São pouquíssimas, por sinal. Porém, mesmo com essas poucas, paro e penso: "Acho que se ela quisesse, ficaria com ela.". 

Lembre bem que você ainda nem beijou uma outra menina para sentir isso tão intensamente e ter essa vontade certa. Vai que sente nojo? Vai que não era como imaginava? Faça primeiro, avalie só depois, de cabeça, sangue e emoções à frio.

Acho interessante, sexy e tenho vontade que isso aconteça. Vontade e medo. Medo da confusão, de pensar que é só curtição e acabar gostando de uma menina. Não sei se seria forte o suficiente pra isso! 

Olha, eu acredito que não seja uma questão de força. Mas sim, de você ter um preconceito que a sociedade impregnou há anos dentro de si mesma talvez, caso sinta esse "medo". Pelo que me escreveste, é algo que deseja já com certeza que ocorra. Se for para experimentar, vá fundo. Não julgo quem se sente desconfortável ou desequilibrada quanto à própria sexualidade. Se gostar da menina, se permita. É a mesma coisa que gostar de um cara, só que no quesito "sexo", totalmente diferente. Há meninos cafajestes, assim como devem haver meninas idem. 

E os meninos, que ainda me atraem? O que sinto por algumas mulheres é desejo, atração ou curiosidade? Isso seria mais uma fase de curtir e experimentar coisas novas, já que sou "mente aberta" e me possibilito isso ou realmente tem a ver com a definição da minha sexualidade? O que você acha, Camila?
Obrigada mais uma vez, beijos! :* 

Minha opinião: você pode curtir meninos, e também meninas. Se há várias outras pessoas no mundo que sentem esse desejo dual, quem sabe você seja mais uma. O que você sente por mulheres, apenas você mesma pode descobrir, feliz ou infelizmente. Pode ser o desejo, junto com a atração, ou ambos unidos à curiosidade. Acho bacana você ter a mente aberta, e sentir essa necessidade - coisa que, admito, para comigo mesma, nunca senti. Como disse, sou à moda antiga demais, mas enfim, a sua sexualidade, apenas com o tempo e um olhar bem atento às suas necessidades, sentimentos e opiniões, é você mesma quem vai definir (ou melhor, montar o quebra-cabeça interno e pessoal, todo seu). Boa sorte!

Quer enviar sua pergunta também para o Calmila Responde? É só escrever bonitinho e deixar que chegue na minha caixa de entrada, dando um send it do próprio e-mail para camilapaier@gmail.com
Beijinhos!

5 Comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Nunca tive estas vontadinhas, ou curiosidades.
    Tenho amigas e amigos que assumiram ser homo e que vivem bem com isso, que saímos juntos e nunca rolou estas coisas de querer experimentar.
    Uma amiga super próxima que é homo nunca mexeu por brincadeirinha com quem não é. Ela era sincera e se quiser ficar com uma menina, ela não brinca, fala sério.
    Enfim, cada um pensa de um jeito.

    ResponderExcluir
  3. Sei lá, desculpe se parecer preconceito, não é essa minha inteção. Mas parece que virou moda, e tudo que é modismo pega.

    ResponderExcluir
  4. Confesso que já tive essa vontadinha, não sei se chegava a ser vontade propriamente dita, mas eu achava legal duas mulheres se beijando etc. Até que um dia descobri que duas amigas minhas haviam ficado (elas ficaram por curiosidade, me disseram que tem certeza que gostam de homens e que jamais ficariam com uma guria de novo) mas foi a minha reação que me espantou, quando soube de algo assim, com pessoas tão próximas de mim eu fiquei com nojo. O que me deu a certeza de que sou hétero e não preciso experimentar para saber. Mas claro, respeito a todos. O que eu acho é que algumas gurias - assim como eu - não precisam experimentar o ato em si para saber sua orientação.

    ResponderExcluir
  5. Correndo o risco de ser considerado preconceituoso mas... hoje em dia me assusta, sim a palavra é esta, assusta, alguns adolescentes, ou crianças mesmo, ao menos sexualmente falando são quase crianças, se dizerem homossexuais, sem terem passado por experiência alguma. Não consigo compreender isto. Se vale a dica, menina, você tem tantas dúvidas, acredito que deveria procurar um profissional para lhe ajudar. Terapia pode lhe ajudar a tirar algumas destas dúvidas, acredito. Outra dica, não considere alguma coisa aceitável apenas porque é conduta de outras pessoas, o que é melhor para você é uma decisão sua. Desejo-lhe o bem, que Deus lhe ajude a iluminar seu caminho. Beijo.

    ResponderExcluir