O que é que a gaúcha tem?

9.19.2011 -
Sem querer ser bairrista, mas já deixando de lado a modéstia: que é que a gaúcha tem? Inegável tal dilema. Há algo na terra, na atmosfera, numa possível mutação existente na ponta inferior do país que faz com que, entre milhões de brasileiros, os seres femininos daqui sejam exportados estados ou mundo à fora? Um estado campeão em misses e mulheres fabulosas na televisão, descobertas pelo interior do Rio Grande do Sul, esculpidas quase que à mão por raças que se uniram e fundiram na beleza única e referência para o resto do país - a concorrência em viver aqui é enorme, saibam desde já.

Uma educação clássica e diferenciada, um amor pela região que vivem muito maior que pelo país que habitam. Força de vontade, fibra e cada vez mais voz ativa para saber que é importante, claro, que o homem seja macho: mas ainda mais essencial, que o respeito e a valorização a gurias tão dedicadas: é casa, é trabalho, é ser abordada na rua por homens sedentos e extasiados com cada beldade que passa. A mulher gaúcha ainda consegue ser convicta, firme. De bombacha ou não, cuia e chimarrão em mãos ou simplesmente uma garrafinha de água sem gás, aprende ainda desde cedo que português é pra ser falado corretamente. Cheio de 'tus' e palavras com 's' no final, mesclados aos tão famosos 'né' em final de frase e, claro, 'bá's no início. Prendada, é de geração em geração que passam os costumes e culturas de que, moça do Sul é moça direita: e cozinha como ninguém, tanto que até mesmo chefs de cozinha made in RS saem cada vez mais daqui para conquistar a culinária mundial.

A beleza, talvez uma miscigenação entre os povos europeus que aqui estabeleceram colônia. Da mistura do índio com o espanhol, do português com o italiano, do alemão com o polonês, se deu essa pele que o frio amacia e o verão cada vez mais bronzeia ao invés de queimar. Sem generalizar, então, sabemos que em todos os cantos do país achamos mulheres incríveis, decididas, de voz alta e pulso firme idem; como são vistas as tantas damas gaúchas pela ótica e opinião de quem fora daqui vive. A verdade é que, satisfeita e feliz, talvez o diferencial que as prendas modernas de sotaque inconfundível estejam de sorriso sempre aberto por um simples, e no entanto compreensível, motivo: o gaúcho.

Difícil ver por aí quem aqui nasce, unido com quem daqui não é. Que a mulher gaúcha se destaca tanto em beleza quando em competência, me desculpem as nascidas no resto do Brasil, há que se admitir. Tanto viço cutâneo, tamanha saúde em forma de corpo bonito, aliados a essa vontade de representar mais que apenas um rostinho bonito é tudo culpa do homem irresistível também feito no Rio Grande do Sul. Inteligência, firmeza, força e aquele jeito meio rústico mas muito macho que a maioria dos caras daqui possui. É por isso talvez que, quem do Estado saí, pra cá regressa. Ou se sobrevive fora, faz questão de manter viva a cultura gaudéria reforçada ao longo de cada ano, e mesmo com a modernidade cada vez mais alastrada, nunca morta. Como prêmio por tamanha rivalidade, nada melhor que quem é originário do mesmo local para entender tão grande amor pela terra. Ou que apenas goste de lagartear no sol, comer negrinho ao invés de brigadeiro e bergamota no lugar de mexerica. Compreensão simples essa que nós gaúchos não sabemos bem por quê, mas temos: orgulho de ser daqui, esse sim é o diferencial.

12 Comentários:

  1. ' É por isso talvez que, quem do Estado sai, pra cá regressa. '

    Morei um ano e meio fora e seei a falta que faz ouvir um 'tu/bá' pelas ruas ou pior, como criança que era na época, tinha que ouvir os colegas "fazendo pouco" do meu sotaque, por n duplicar o 'r' quando dizia 'porta' ou pela insistência com o 'que tri'. haha, quee coisa boa voltar pro meu RS ! Quero viajar muito por aí, mas voltar sempre pro meu lar, minha terra, meu Rio Grande do Sul.
    Ótimo texto, Camila! Orgulho de ser gaúcha, sempre! Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. O sotaque que eu acho mais lindo é o gaúcho, acho uma coisa muito própria, sabe? Não é algo comum como os paulistas e cariocas. É mais ou menos como o do mineiro, algo próprio, "seu"... Confesso que se pudesse, seria gaúcha, mas com meu coração alvinegro de Parque São Jorge sempre, rs. Parabéns, Camila!

    ResponderExcluir
  3. Apenas discordo do português correto. Quando morei aí, dificilmente ouvia gente concordando o verbo devidamente com o 'tu'. Mas de resto, é indiscutível. As gaúchas são bonitas, inteligentes e geniosas, daquele jeito independente. E acho que por isso é que vão tão longe. Elas se garantem, não são só rosto bonito, são também charme, talento e força. Os gaúchos têm razão em sentir tanto orgulho da região em que vivem. Parabéns, Camila!

    ResponderExcluir
  4. Sempre fui encantada com o RS. Apesar de morar tão longe, admiro muito a cultura daí. Não só as mulheres, como também os homens são muito talentosos e nunca deixam a desejar. Tanto é que, quem realmente admiro por fazer bons trabalhos é de RS, acredito que seja por sua cultura ímpar, sempre com um diferencial. Outra coisa que se nota de longe, é o amor dos gaúchos ao estado, coisa que não vemos muito no Brasil ...
    Lindo texto Camila!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. É INEGÁVEL a beleza das gaúchas....
    E é verdade também, pelo menos da minha percepção que já rodei bastante esse país (morei em 5 cidades, regiões e Estados diferentes, fora as viagens pelo Brasil) no sul há uma valorização maior ou a quantidade de pessoas que valorizam sua Bandeira.
    Dificil de se ver um Amazonense em São Paulo buscando outros Amazoneses criando centros de convivência, comemorando datas e realizando eventos que aqui (no Amazonas) acontecem, ao contrário dos Gaúchos que por ondem passam fazem sua morada, literalmente e preservam todas essas qualidades ja citada no seu texto guria! :)

    Bonito de se ver um texto que sabe como falar das coisas boas do Sul, sem passar um ar de arrogância. Parabéns guria :***

    ResponderExcluir
  6. Ah, quer me matar de vontade é?
    Você (tu) sabe o quanto admiro essa terrinha, essas pessoas tão lindas e esse clima mais gostoso daí!
    Adorei seu texto, porque é assim que me sinto em relação a minha querida Minas!
    Você, com seu chimarrão!
    Eu aqui, com meu pãozinho de queijo!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Realmente é como tu descreveste no texto, o diferencial de quem vive no RS para os demais estados é o orgulho de ser daqui. Não viveria em outro estado brasileiro por nada e, se por algum motivo tivesse que me mudar, com certeza morreria de saudades daqui. Não conheço cultura mais bela, mais rica, povo mais orgulhoso e feliz de morar em um estado brasileiro. O que me deixa triste é sermos tão pouco reconhecidos no nosso próprio país, justo nós que temos uma cultura tão rica.
    Parabéns, Camila! Amei esse texto, tu conseguiste passar exatamente o que o nosso povo sente sem parecer arrogante ou menosprezando os demais estados. Mas temos que admitir: o RS é único, e o melhor estado do Brasil, sim. Esse orgulho de ser daqui é algo indescritível.

    ResponderExcluir
  8. Acho linda a paixão o que o povo gaúcho nutre por seu estado.È muito raro esse sentimento por parte de habitantes de outros estados brasileiros,ao contrário de muitos,o gaúcho sabe se valorizar.Acho o sotaque gaúcho lindo e tenho muita vontade de falar Bah e Tchê.Esse é um estado encantador-afirmo,sem conhecer o RS e sei que estando aí meu pensamento não irá se alterar.O orgulho por tudo dessa terra,a forma como os jovens preservam as tradições é magnífica.
    Isso sem falar da mulher gaúcha que em minha opinião,tem uma beleza clássica.Concordo com você,outros estados do Brasil teriam tudo para ser muito fortes,assim como o próproi Brasil,mas há nos gaúchos um diferencial:o orgulho pelo estado.

    ResponderExcluir
  9. Um texto muito bem escrito e muito bonito. É inegável o orgulho dos que nascem no RS tem pelo seu Estado. Mas também acho um paradoxo interessante o Brasil, país da miscigenação,não ter exportado nenhuma mulher como a Naomi Campbell, uma mulher exuberante com sua linda cor negra. Acho que por trás de toda essa exportação de beldades do RS, vem o padrão de beleza europeu, branquinha, nariz fininho e feições delicadas. E sabemos que esta não é a realidade das brasileiras, e nem por isso somos menos bonitas.
    Ao mesmo tempo vocês gaúchos não são os únicos que procuram manter suas tradições, ou até mesmo, às vezes, têm mais orgulho do seu Estado que do próprio país.
    Mais uma vez, parabenizo-a pelo texto belamente escrito (:

    ResponderExcluir
  10. Guria tu não faz ideia da alegria que senti após ler tuas palavras!
    Durante o dia de hoje tentei explicar para alguns amigos, de outros estados, todo esse orgulho que sinto desse Rio Grande. Obviamente, não tive exito. Afinal, só sendo gaúcho pra entender todo esse amor!

    Belas palavras Camila, parabéns!

    ResponderExcluir
  11. Desde sempre tenho essa paixão pelo Rio Grande do Sul e uma vontade enorme de trocar o Rio 40º por esse Estado tão bonito que um dia ainda conhecerei pessoalmente!
    Realmente, as mulheres e os homens do Sul são bem bonitos hahaha

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  12. ORGULHO IMENSO DE SER GAÚCHA!
    'Bah guria', só mesmo quem é daqui pra entender esse sentimento inexplicável.
    Parabéns gauchada pelas mulheres, pela cultura e pelo lindo mês de setembro que comemoramos nossas tradições.
    'eu sou do sul
    é só olhar pra ver que eu sou do sul
    eu tenho orgulho desse céu azul
    só o gaúcho pre entender'
    :)

    Parabéns pelo blog. Beijinhos.

    ResponderExcluir