Bula

9.26.2011 -
 
Indicações:

Em dias de sol. Tempo ameno, sensação térmica em alta. Caminhadas ágeis. Conversas acaloradas. Compras no shopping. Momentos ímpares de alegrias ainda indescobertas. Surpresas em fim de noite. Desafios em meio ao tédio. Opiniões decisivas. Douçura em palavras. Saídas necessárias de cima de qualquer muro. Maleabilidade. Sinais, intuição, percepção. Desejo do mundo na palma da mão. Chocolates, de qualquer tipo. Flores, de qualquer gênero. Escritos à mão. Vida com cor. Abraços apertados. Beijos intermináveis. Carinhos excessivo. Saudade.

Efeitos colaterais:

Risos histéricos e incontroláveis. Confusão mental, dúvida e contradição de atos. Aceleração de ritmo próprio (e alheio). Condutas em desvio. Divagações exarcebadas. Vontades impensadas, delírio. Exaltação. Calor no corpo. Sentimentos de cuidado. Mudez ocasional. Ingenuidade infantil. Impulsividade intuitiva.

Precauções:

Devido ao risco de não haver tédio e sua atividade tanto mental quanto corporal ser estimulada incessantemente, deve-se tomar precaução especial nos pacientes propensos a tédio, silêncios, mudanças de humor repentinas, estagnação e falta de ambição e frieza inexplicada e imediata. Possível deslumbre quanto à realidade ou imprudências. Não recomendado a pessoas apáticas e com falta (ou total ausência) de personalidade.

Apresentação:

Embalagem com 1 moça de idade jovial em constante mudança e processo de evolução. Conteúdo de 1,68 de cintura fina, pernas grossas, encorpada e de ombros e quadris com medidas aproximadas. Possivelmente com meia-calça preta, sapatilhas e saia ou vestido.

Composição:

80 cm de cabelos claros, dois olhos amendoados e escuros e duas orelhas miúdas, com um furo cada em lóbulo inferior. Uma pintinha acima da boca, no lado esquerdo e um risco na metade do nariz. Dez unhas não pintadas e dois pés hipersensíveis, para cosquinhas eficazes. Sangue quente correndo nas veias, voz alta adaptada para fala prolixa e olhos velozes especialmente potenciados para leitura dinâmica. Algumas manias estranhas, um punhado de frases desconexas, sonhos e ideais não realizados. Rebeldia pra dar gosto; temperança, para adocicar.

Contraindicações:

Aos dias nublados, cinzentos e de temperatura instáveis. Chuva fininha. Ventania e frio. Pó. Gente que fale e escreva errado, gente brega, gente que não olha para a própria vida e critíca a alheia. Em solidão. Exposta à hipersensibilidade, grosseria ou feiúras das ruas urbanas. Egos enormes. Falta de espelho. Tédio. Sono em demasia. Vergonha alheia. Mau humor matinal. Preguicite aguda. Pés com meia. Indecisão. Com melancia, tomate, ovo cozido ou guizado.

Posologia:

De surpresa, de relance, nos momentos necessários - que dependem de cada pessoa e podem ser uma vez ao dia, três na semana, a cada cinco horas. Quando precisa se fizer a faísca em meio ao caos que apenas esta profilaxia possibilita. Para os que não aguentam fortes emoções: uma vez na semana é o suficiente. Para aqueles que buscam aventura em meio à subalterna vida urbana: pela manhã para começar o dia, é o recomendável. Três vezes ao dia para excessivos é o essencial para evitar futuros enjoos.

Superdosagem:

A superdosagem intencional ou acidental não representa perigo. Manifesta- se por extrema intensificação dos efeitos do produto: pensamento acelerado, ações impensadas, ideias estimuladas, fala incontida, radicalismo, força de opinião. Cuidar apenas vício e surto ocasional, logo relevado pela própria medicação.


Laboratórios Paier&Pereira LTDA.

10 Comentários:

  1. Camila é tarja preta? vicia tanto quanto o Calmila? rs

    Criatividade borbulhando!
    Adorei a bula! =)

    ResponderExcluir
  2. criativo, e único, por isso são tão gostoso de ler! Adorei, mesmo! *--*

    ResponderExcluir
  3. Bom se todos nós, tanto mulher como homem (principalmente) viesse com uma bula assim! seria com certeza mais fácil de "achar a pessoa certa"
    Acredito q de certa forma, somos sim como um tipo de remédio para uns....e talvez, "veneno" para outros :p
    hehehehehe
    ameeeiii o texto guria
    como sempre, tais de parabéns
    Beijocas!
    :*

    ResponderExcluir
  4. Criatividade a todo vapor!
    Gostei muito ,aos poucos quando conhecemos uma pessoa acabamos sem querer montando uma bula, com muitas características desta,pelo menos eu, por ser tão observadora! haha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Adorei o tipo desse texto, Camila. Diferente e eu me enquadrei em várias dessas amostras, rs. Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. só podia ser Pereira tbm! tamo junto entao!

    ResponderExcluir
  7. Uma inovada nos textos heim guria? Super curti, to gostando de ver (agora que tive um tempo maior) atualizações frequentes por aqui! E nada de desânimo viu?! Eu e muita gente adoramos vir aqui e nos encantar com tuas linhas. (:

    Beijãão!

    ResponderExcluir
  8. Não basta ter o tom tão característico da Camila, a leitura fluida e que por vezes traduz nossos sentimentos e pensamentos em palavras e frase que tocam fundo: tem que nos surpreender com tamanha criatividade. Não tem como não ser repetitiva: Parabéns, Camila! Seu talento e cuidado ao escrever é demais!Prabéns!

    ResponderExcluir
  9. Achei genial essa tua ideia de fazer uma bula sobre si mesma. Sempre inovando. Beijões

    ResponderExcluir