Arianamente astrológica

7.16.2011 -

Pouca gente sabe, e muita confunde: sou ariana. Já fui mais crente em astrologia, contudo fica a dúvida: somos o que lemos, ou sentimos tanta vontade de incorporar características passíveis de possuir que acabamos nos pré-moldando no estilo que deseja nos caracterizar? Enfim. Nasci dia 20 de março, quase quase meio-dia e meia-hora. Logo, por esses horóscopos de figuram em jornal e datam "de 21 de fevereiro à 20 de março", me tachavam pisciana. Minha mãe, filha de Câncer (a mãe mais mãe de todas as mães; não porque é a minha, mas sim porque ainda não encontrei tanto afeto, tanto alento, tanta posse numa só mulher que tivesse filhos e esses fossem ou meus amigos, ou meus colegas com genitora de tamanha proteção), pois bem: minha mãe, mesmo tendo feito meu primeiro mapa astral quando ainda era um bêbe, me queria um peixinho a nada com ela pelos mares à fora. Eu, que tenho um planeta dos românticos no signo de Peixes (sim, Vênus), até me encontrava em algumas características quando menor. Sempre tive um lado meio místico e desbravador, e esse coração submerso em emoções intensas, de profundidade mesmo. Mas e os impulsos, mãe? E esbravejar e a mania de mandar nem que seja um pouquinho, e liderar quase sempre? Ariana que era, e não sabia: torço pro azul, mas desde sempre, amei o vermelho. Ainda criancinha, ficava entre o cor-de-rosa, e o carmim, o rubro. Pioneira, fui a primeira a ler, a ter o primeiro dente caído, a primeira menarca, o primeiro beijo.

Daí que era eu doce de um lado, quando o amor se via no alvo ou em pauta, e daquela minha maneira ingênua de crer e se entregar mesmo: com toda a força que tenho, ainda mais sentimental. Visceral. Extremista, radical, nunca unânime. Você quer? É agora. Amanhã mudo de rota, pego uma ideia pelo caminho, fujo pra algum esconderijo temporário. Ascendente: gêmeos. Por isso a fala precoce, antecedida de qualquer pensamento. Discorrida, quase monóloga. Dizer e expor, ter na comunicação uma necessidade intrínseca. A mania de liderar e já logo dizer: eu, eu primeiro! O desejo vigente de liberdade e independência, fortes desde sempre. Irmã mais velha, comando a trupe aqui de casa - que seguem, sempre, a minha opinião. Palpites esses que, incrivelmente, necessito exprimir. Algumas pessoas dizem: e você opinou? deixou sua marca, né? Sim, sempre. Remexe aqui dentro qualquer furacão que, dependendo o assunto, me faz voraz, me tem atenta e arisca, desafiada a vencer sempre, seja uma discussão, seja apenas um diálogo viajante sobre essas doideras que nos engolem o dia a dia.

Nunca fui fã de andar em bando, sempre mimei demais os meus queridos; que são poucos, a dedo escolhidos. Aos que detesto, ódio completo. Mas também desprezo. Ir com calma tem sido aprendizado e tanto, assim como não dar tanta cabeçada por aí, nos momentos raivosos. Calar essa minha boca que fala demais e insiste em esquecer a importância de pensar antes a fim de não se arrepender tanto, uma outra virtude que venho querendo adquirir - porém não totalmente: que seja conservada essa minha marca de obedecer aos ímpetos, pertencer aos impulsos que ora me coroam feliz, ora me jogam ao fundo do calabouço mais nefasto. Adoradora do difícil, daquilo que gera dúvida ou desafio, me vi munida de um mistério e um alerta de ser aos poucos que não é meu. Deixei a sinceridade para doses homeopáticas, e fui corri atrás, como sempre gosto e tento proceder, daquilo que quis até aqui. Hoje, vou com mais cuidado para que meu fogo não apague assim, de repente. Vai que é preciso esperar até que acenda novamente? Pra passionalidade toda que carrega cada ato, palavra e sorriso meu, um banho e tanto de frio e inverno de quem vive cada dia como o último, sugando a intensidade possível de todo (aparente) pequeno momento.

10 Comentários:

  1. Confesso que quando comecei a ler seus escritos até te imaginei meio água mesmo. Toda sentimento, entrega. Mas depois, desvendando um pouquinho mais, tanto desejo por liberdade, independência, liderança só podia vir de muito fogo. Você é toda forte, opinião própria, pelo que leio aqui.
    Mas honestamente, acho que a combinação é o que faz de você tão interessante. É sensibilidade e força junto, coisa difícil de encontrar por aí.

    ResponderExcluir
  2. Camila, eu sou libriana com ascendente em áries.. Então eu sei bem desses impulsos, e dessa mania de mandar em tudo!

    Adorei o texto, e estou sempre acompanhando o blog!

    beijo!

    ResponderExcluir
  3. "E esbravejar e a mania de mandar nem que seja um pouquinho, e liderar quase sempre?" Me encontro tanto nesse lado ariana. Mas, sabe.. sempre quando leio um horoscopo no jornal ou em revistas, fico tentando botar na cabeça: Isso não pode ser pra todo ariano, como todo mundo vai passar pela mesma coisa? E até acredito um pouco que a gente incorpora as características do nosso signo, mas não tem mal nenhum nisso. hehe
    e só pra variar, amei o texto!
    um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Não sou tão entendida de signos e horóscopo, confesso. Mas tenho um lado bem místico, que deseja cada vez conhecer mais. Já conversamos sobre o seu lado gêmeos, e outro totalmente cheio de sentimentalismo, não é? Daqui, de onde te vejo viver tão intensamente uma vida que monta, corre, faz acontecer, vejo nesse texto seu retrato tão inteiro. E digo, esse sangue que te corre nas veias, esse olhar tão profundo ao que aos outros é bem superficial e tal coração tão grande, vasto, só mostra toda a sua singularidade em um mundo tão igual, sem sal. Admiro essa sua personalidade tão forte e ainda assim simples, tão cheia de amor. Uma pessoa que já vejo como amiga, entre tantas conversas, desabafos, bem querida por mim!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Sou Pisciana nasci no dia 22 de fevereiro, segundo os astros sou realmente uma pisciana pura sonhadora, exagerada,calma penso antes de falar mas se deixo as coisas passarem muito da conta eu vomito palavras...

    Amei o seu cantinho, to seguindo!

    ResponderExcluir
  6. Que saudade tava daqui! Minha vida anda meio corrida, me privando de certos lazeres. Mas que venha as ferias e mais tempo!
    Como já te disse o quanto acho que somos parecidos, talvez tenha a ver com os astros! Ariana com toda as características eu sou! Por mais que nossos ascendentes sejam diferentes, o meu é aquário, esse texto me descreve!
    Concordo principalmente na parte de pensar e se conter mais; mas sempre dando espaço a característica nata dos impulsos!
    Viva as arianas! Tenho orgulho de ser ariana!
    beeijo;*

    ResponderExcluir
  7. Sou pisciana de 17 de março, ascendente em gêmeos. Inevitável a identificação em alguns aspectos ! O extremismo, a adoração pelo difícil, pelos desafios, assim como o lado místico e desbravador, a intensidade das emoções.. " Torço pro azul, mas desde sempre amei o vermelho." haha, lembrei da minha luta quando pequena, n aceitava naada vermelho que tentassem e tinha uma certa repulsa com o rosa. Daí o tempo passou e tive que começar a aceitar que no fundo gostava daquela 'energia' que vinha da cor antes rejeitada por mim.
    Enfim, Camila, adorei mais um post teu, normal. :} Um beijo pra ti, companheira de mês e ascendência - de signo tb ? Quem sabe. Mistério.

    ResponderExcluir
  8. Nasci dia dezoito de abril e pelo pouco que entendo de astrologia, sou ariana com ascendente em capricórnio. Tenho um lado bem tímido de impulsividade, que quase nunca é despertado. Sou intensa em várias coisas, mas sou mais pé atrás, mais racional, sabe? Não acredito em astrologia por isso. Mas há quem diga e entenda mais do que eu, que meu signo ascendente fala mais alto que o meu lado ariana. E deve ser mesmo, porque de ariana eu tenho pouquíssimas, eu repito, pouquíssimas coisas!
    Seu texto está belo como sempre. Um beijo grande e um abraço, @pequenatiss.

    ResponderExcluir
  9. Já acreditei mais em mapa astral, mas sei lá... não consigo deixar , totalmente, essa minha fé nas órbitas dos planetas. Sou ariana convicta e com isso, eu realmente entendo tuuudo o que aí está escrito e mais adoro pertencer, ou seria ele que me pertence, a um signo não vibrante quanto esse. Beijos camila e parabéns pelo seu texto !

    ResponderExcluir