Giz

12.11.2010 -


Quis escolher uma cor qualquer, que combinasse com verão, que contrastasse com essa paz leviana que tem me ocorrido. Fiquei com o branco. Que desenhado por cima, clareia as demais tonalidades. Os tons pastéis que me acalmam, fazem sentir mais confortável, delicada. Pintar sobre as calçadas sujas e cinzentas um pouco de grama que amacie os pés, flores para embelezar a vista. Deixar sair de boeiros pássaros de origami, libertados. Rabiscar sorrisos em quem de cara fechada por mim passa. Redesenhar roupas onde as faltam - seres (promíscuos) humanos. Trocar os tons que em desarmonia estão, justíssimo. Construir com lápis e borracha laços que não desamarrem tão facilmente, tão precisos somos uns aos outros; necessitados. Apagador em mãos e extinguir todo vestígio de pichação - substituir por versos de um poema impactante e singular, que marque a quem passa, intrigue o dia alheio. Retrato nuvens tão vivazes que nos dêem o impulso de querer tocar o céu, e comer algodão doce. Se o sol não sair, prometo tacar o amarelo que está dentro do avental e fazer que brilhe muito, que as pessoas tenham vontade de sair pra rua e vivenciar todas as restantes horas dessas vinte-e-quatro, até o último segundo. Estar abraçadas, em companhia, enquanto o astro rei se põe, e o laranja chega, itinerante,  facilmente substituído pelo azul límpido, penetrante. Caso as estrelas se escondam também, respingo um pouco de glitter para que estas queiram usufruir de todo o brilho, e se maquiem com tanto glamour que deitados num mesmo cobertor, eu e você possamos de cima do morro tentar contar a infinitude dessas que no dia seguinte se escondem e voltam sempre - tantas. Mesmo que sejam os corpos celestes que até podem ser os nossos, mas que estão no teto do seu quarto.
Recortar com bravura os engarrafamentos, a poluição, o caos em forma de som que a cidade nos presenteia. Para abafar as buzinas ensurdecedoras na hora do rush, final de tarde, em seus ouvidos faço existir dois grandes fones, com aquele som que só a gente conhece, para que você se transfira dessa loucura toda. Estampar no rio que desagua da nossas mil vontades quem sabe um bote, iate, ou barco à vela, para que a gente encontre qualquer rumo impossível e fuja da banalidade, ostentada. Em teu pescoço, pincelo meu enorme desejo que por você tanto brilha, em forma de beijos, e sussurros desavisados. É no meu abraço acalorado que te pinto (a)tinjo meu coração, apertado. Corada, sem jeito, e te reproduzindo cada vez mais nesse rascunho que guardo, e não jogo fora nunca. Com a câmera fotográfica que, sonhadora que sou, desenho, afim de captar todo e qualquer momento de todo essa alucinação que criamos, e com tanta criatividade, suportamos sem querer que termine. Se sujamos, nos delineamos, não tanto coloridos, mas com lápis, giz, borracha, canetinha, papel crepom, cola, glitter e afins pintamos uma realidade que não é nossa, e que num borrão, tentamos agora voltar ao branco, à paz, ao quadro limpo. Eu, uma desenhista que ainda tenta, mesmo fracassada de nascença. Qualquer tela em branco pra mim é possibilidade, e a mente vasculha atrás atrás de uma nova arte, alguma novidade.

23 Comentários:

  1. Tó aqui pra você, um arco-íris, pra embelezar ainda mais (:

    ResponderExcluir
  2. A vida tem a cor que a gente pinta né, como se diz o poeta!
    Era o que hoje, eu precisava mais uma vez ler. Subtrair das suas palavras o real sentido.
    Perceber que a maior felicidade encontramos nos pequenos detalhes, nas cores mais simples.
    Desejo pra ti várias novas artes e muitas novidades!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. a gente meio que vai desenhando nossas vontades.

    ResponderExcluir
  4. Minha deu uma alegria em ler isso aqui. Deu vontade de pegar lápis de cor e pintar algo novo por aí. Colorir um pouco mais a vida que de tão escura acaba deixando crianças com medo e adultos perdidos.
    Mais uma vez Parabéns.

    ResponderExcluir
  5. "Qualquer tela em branco pra mim é possibilidade, e a mente vasculha atrás atrás de uma nova arte, alguma novidade."

    Eu, assim como tu, estou sempre atrás do melhor traçado. Aquele que fica dentro da margem milimetricamente alinhada, feita por mim. Não quero nenhum borrão que estrague minha obra.

    Belíssimo texto. Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Querida amiga:

    Toda vez que te leio, fico com a sensação que, melhor do que qualquer comentário que eu faça, é te deixar um abraço e os votos de felicidade e sucesso!
    Sempre!

    ResponderExcluir
  7. Camila, que alegria ler este texto.
    Sensacional.
    Explico.
    Não li ainda muitos textos, sou seu leitor recente. Mas este é o mais otimista de todos os que eu li até agora. Foi o que me transmitiu.
    Tenho percebido sempre em ti, guria linda, uma certa tristeza.
    Mas neste texto pareces perceber que o mundo, a vida, pode ser melhor.
    É o que tentas em sua tarefa de pintora do bem.
    Pintas o mundo de melhores dias, maiores sentimentos, supremas sensações, amáveis movimentos, suaves fantasias, afagos carinhosos, beijos sinceros, luz.
    E, mesmo que te consideres, ao fim do texto, uma desenhista fracassada, o que, lhe digo, não és.
    Mesmo que tudo seja um devaneio.
    Um sonho.
    Uma utopia.
    Alucinação.
    O que seja.
    Mesmo assim este texto mostra algo diferente em ti, muito diferente.
    Permita-me lhe acompanhar ao acreditar nas infindas possibilidades da tela branca na qual poderás pintar sua nova vida, sua nova arte.
    Camila, prefiro te encontrar assim, minha linda.
    Desse jeito.
    Como agora.
    Expressão suave, bela.
    Serena.
    Com esperança.
    Prestes a me abrir,
    de vez,
    um generoso,
    único,
    iluminado,
    lindo,
    sorriso.
    Beijo enorme.

    ResponderExcluir
  8. A vida é cheia de cores e possibilidades, basta fazermos as escolhas certas e não desperdiçar as oportunidades. Impecável, como todos os seus textos :*

    ResponderExcluir
  9. sabe que eu me encanto com cada texto bonito. vejo essa sua coragem e vontade de pintar tudo, de melhorar e queria um pedaço dela pra mim. mas realmente estou confusa e nem sei o que te dizer aqui. espero que sua tela fique bonita, sei que está em boas mãos, nas suas. beijos flor

    ResponderExcluir
  10. Olá Flor!
    Seja qual cor, branco, colorido.... que você continue tonalizando nossas vidas com seus textos belos, as vezes densos, outros purpurinados, mas sempre com muita emoção e leveza.
    Bjuss.

    ResponderExcluir
  11. A vontade de pintar da cor dos nossos sonhos toma conta de nossas atitudes e se fracassadas nos deixam marcas tão profundas que talvez nem uma borracha consiga apagar, o melhor é saber que podemos colocar massa e pintar sobre esse buraco, não vai ficar perfeito como antes, mas voc vai ver que é mais uma barreira que voc pode ultrapassar não é gatinha?

    Nunca desista da cor dos teus sonhos, pegue um giz e vá deixar sua vida e seus dias mais coloridos e enfim, seja feliz!

    BeeijO

    ResponderExcluir
  12. Entre la no meu blog e faça a votaçao!
    Vamos debater o assunto da invasao do rio de janeiro no alemao!
    Aguardo sua votaçao
    Adorei seu bloe suas escritas para seu amigo oculto!
    segue meu blog e comente la tb!

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. lindos desejos, ótimos sonhos ! haha .. e como sempre, um texto maravilhoso, né , camila ! haha
    parabéns, beeeijão !

    ResponderExcluir
  14. Em algumas situações o passado vem realmente bagunçar o nosso presente. Me indentifico com muitas das frases de gossip girl, adoro.
    ps: AMO SEUS TEXTOS! haha
    um beijo.

    ResponderExcluir
  15. Tambem tenho que pintar minha vida com cores mais coloridas.
    Vou sair por ai procurando giz.

    ResponderExcluir
  16. "Se o sol não sair, prometo tacar o amarelo que está dentro do avental e fazer que brilhe muito, que as pessoas tenham vontade de sair pra rua e vivenciar todas as restantes horas dessas vinte-e-quatro, até o último segundo."

    Tão lindo... *__*

    Mandou bem, pra variar!
    =)

    BjO

    ResponderExcluir
  17. Toda pessoa tem a oportunidade de pintar a sua vida do jeito que quiser, no dia que quiser. Todos deveriam fazer isso.
    Lindo, Camila. Como sempre.

    Um beijo, @pequenatiss.

    ResponderExcluir
  18. Tanta vontade, tanto desejo e uma determinação tão linda, para que tudo aconteça. É tão bom ver essa fé carregada aí contigo, flor.
    Um paz que ja vinham pincelando a chegada dessa esperança bonita,alguns dias atrás. E que mesmo assim te surpreendeu, nos surpreendeu.
    Te desejo muito mais que amor, porque isso eu sei que tem muito dentro de ti. Desejo que seus planos e sonhos venham em cada passo já marcado no caminho. Que como as borboletas que deixam o casulo e voam por aí colorindo caminhos, essa leveza que tem feito morada em ti possa também romper suas barreiras, libertar-te para vivenciar essa esperança.

    Um beijo no coração.

    ResponderExcluir
  19. Cada dia que começa é como uma tela em branco...

    ResponderExcluir
  20. Tem vários selinhos para você no meu blog. Depois passa lá para pegar.

    http://omundosobomeuolhar.blogspot.com/2010/12/das-eternidades.html

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Achei esse texto tão leve, tão lindo.
    Pra mim ele reflete uma coisa: essa inquietação pela metamorfose que não cessa.
    A gente apaga o quadro e vai à luta pelo giz, tentando escrever mais bonita e memorável a nossa história :)

    ResponderExcluir