O louco por você.

10.14.2010 -


Ele estava ali, sempre. Se olhar mais atentamente, ainda deve estar. Escondido, por trás de alguma árvore antiga e de raíz espessa, observando o momento fatídico, em que você, invariavelmente, vai estar sem companhia alguma; solitária. Para este ser, apenas poder olhar você, já um grande feito. Ele assistiu à sua queda vertiginosa, no momento culminante em que você sorria com os olhos fechados, e gritava qualquer verso de uma canção batida, bem alto. Feliz. E de repente, ao chão. Viu sua ascensão, e também a presenciou rastejante, sem forças para levantar. Cavalheiro que é, até a ajudou. Ofereceu colo, seu paletó, afeto e qualquer outro mimo que a fizesse sentir menos deprimida e blasé, tudo porque ele realmente detesta a ver com os olhos lacrimejando e aquele semblante de menina ingênua que deveria estar feliz, e não está. O moço é bom, você pensa. Tem um coração de ouro. E então numa abertura encoberta de fraqueza da sua parte, ele aproveita. Começa a demonstrar amor até onde nem você, romântica e inventiva, imaginava que pudesse existir. As mensagens inesperadas no meio da tarde começam a aparecer, juntamente com algumas ligações para contar que almoçou massa carbonara, que você adora, e que viu aquele filme, que você recomendou. Sua palavra passa a ser quase uma ordem: você disse que adorava homens sarados, e lá está ele, matriculado e suado, na academia do bairro. Quando cita que ama morangos, ele chega com uma bandeja cheinha deles, e nem mesmo é época da fruta. Ele a acha inteligentíssima, e jamais discorda ou contrapõe suas opiniões - longe do subalterno bater boca com a abelha-rainha, não é verdade? Se pudesse, ele sairia por aí com uma camiseta, estampando você e com o honroso escrito logo embaixo "Fã número 1". Só falta segui-la na rua, ou vasculhar a sua vida na internet (se é que o maluco já não o fez).
No começo, é ótimo alguém que eleve o ego lá em cima, e a faça sentir gostosa e desejada, mesmo de pijama, coque, ou calça sarouel. Porém, como no caso dele tudo são flores e melação, e você é uma diva exótica e digna de tanto apreço, você enjooa. Vai deixando pistas sutis de que pra você, ele apenas foi uma ótima distração, que ele é uma pessoa maravilhosa, MAS agora não. Você curou seu coração com a distração que o rapaz proporcionou, enquanto para ele, toda essa admiração imensurável parece estar aquém de possíveis profilaxias. E o celular fica cada vez mais desligado, os recados e convites pairam no ar, enquanto ele não compreende como você pode deixar pairando por aí alguém que a admira tanto e acha a mais sexy dentre as mulheres da cidade. Alguém que pegaria o carro e a levaria para a praia, para o farol que você acha lindo, para ver as estrelas em cima do morro enrolada num cobertor. Alguém que a daria não só aquele brinco, como aquela blusa, aquele salto quinze, amor, carinho, cumplicidade e o mundo se possível. Que quer a apresentar para a tia que mora longe, para o avô que adora loiras e para a babá, que o criou desde pequenininho. Que quando você disse que adorava Belchior, cantou no violão, e quando comentou que estava lendo poesia, lhe dedicou um poema, num jantar entre amigos. Por fim, o trem que realmente deixou a desejar: que esqueceu de se colocar em primeiro lugar, e que acaba aceitando você mesmo ferida pelo machão que a dispensou com desculpas esfarrapadas. Que faz de você a razão da sua existência, e que às vezes, até de dá um certo medo - a cota de pessoas psicopatas aumenta significativamente, a cada dia.
Esse homem, com uma personalidade escassa, e tão pouca altivez, ainda assim, é um cara de se respeitar. Afinal, ser louco por alguém, e fingir cometer suicídio quando você diz que vai dar uma voltinha, sumir pra sempre e ser feliz, é tarefa para raros. O grande problema é que, o que em você estava regenerando, nele está em falta: amor próprio. Quem sabe quando alguma garota igualmente maluca por ele cruzar o caminho, ele reencontre sua hombridade viril, e sinta na pele o quanto pode ser devastador beijar os pés de quem não nos dá a mão na rua. Enquanto isso, ele segue sendo o divertimento cabível que você encontra, até achar algo melhor; condição que ele mesmo aceita, se dá e assina embaixo. Cada um escolhe o papel que vai ocupar tanto na sua própria vida, quanto na alheia. Cãozinho, endoidecido ou subalterno, ele continua louco por você.

24 Comentários:

  1. Amor-próprio é essencial.
    Não dá pra conviver com pessoas que se submetem a tudo, por outra pessoa, ou pelo que quer que seja.

    =*

    ResponderExcluir
  2. É dos melhores blogs que visitei...

    Todo homem deveria ler o post que acabou de criar.
    Ta aí. Nada como a mente feminina nua e crua.
    Existe um paralelo bem tênue com linhas cheias de curvas delimitando aclives e declives entre ser Amante e ser Subalterno.
    E dentro dessa escala está o homem equilibrado, com a dose exata de alternância entre dócil e viril. Amável quando necessário, porém feroz e todo espartano durante todo o resto do tempo. (com variáveis que cabe a cada personalidade, é claro)

    Ótimo texto (:

    ResponderExcluir
  3. ah de vez em qdo qrendo ou nao, é otimo ter alguem assim ao nosso lado, isso eleva a auto estima, hehe
    mas em outros momentos pode enjoar um cara 24 horas no seu pé

    hehe
    vai entender


    adorei seu texto
    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. "Cada um escolhe o papel que vai ocupar tanto na sua própria vida, quanto na alheia."

    amei essa frase, amei o texto... o teu blog é o melhor: invariavelmente...
    bjok, Flor...

    ResponderExcluir
  5. Adorei o post!
    Poxa mas tudo aii é bem verdade. Ninguém valoriza quem vive aos seus pés...
    Quero deixar uma sugestão (se tu aceitar, é claro). Já pensou na versão reviravolta? Tipo, ele cai em si e deixa ela de lado e então ela percebe como é perder o doce...
    Perder o doce também é frustrante.
    Bjoks, liinda!

    ResponderExcluir
  6. É tão gostoso ter alguém para te elevar a auto-estima, só não sempre.
    Esse trabalho nós mesmas podemos fazer, sem necessariamente precisar de alguém, mas de vez em quando é saudável.

    http://identidadepeculiar.blogspot.com/

    Passa lá
    :*

    ResponderExcluir
  7. Oi flor. Sabe... você chegou a dizer que um dia queria ser forte, como eu aparentava ser. Mas acho que desde sempre, essa força esteve aí, colada em você. Porque só alguém com tanta força dentro, pode ser tão sensível não somente à ti, mas aos outros. Você desvenda cada pessoa que passa por ti com todo cuidado, mas por inteiro. E entende.
    Eu chorei quando li, por infinitos motivos. Olha, essa dor que cobre o peito há de passar flor, para mim e para você. E quando estivermos completas novamente, sem receios, algo bom que já está guardado a tanto tempo, nos chegará! Um beijo bem doce para ti.

    ResponderExcluir
  8. É sempre bom ter alguém louco por nós não é?
    É muito bom se sentir desejada e dar corda.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Ter amor próprio é o essecencial!
    teu blog é mara *-*

    Beeijos

    ResponderExcluir
  10. e essa é a verdade né Camila, pessoas assim, são nossos apoios para acreditar em nós mesmos, e quando agente passa a acreditar, já não nos servem mais pra muita coisa a não ser pro carinho e agradecimento que voc vai ter... Amor próprio é uma coisa que todos devem ter. Fato!
    BeeijO querida.

    ResponderExcluir
  11. Eu precisava mesmo ler esse texto.
    Acho que o homem deve se colocar em primeiro lugar antes de tudo, a mulher também tem que saber dar valor ao homem, e se o homem nem ao menos se presta a isso, elas é que não vão se importar.
    Eu pessoalmente prefiro homens que tem amor-próprio e personalidade própria, mas não tenho a sorte de encontrá-los por aí.
    Um beijo, flor!

    ResponderExcluir
  12. Pois é... Sem amor próprio não dá pra ficar.

    Mas confesso que ia adorar achar um moço desse ai descrito no texto. Hahaha

    Texto fodah! =)
    BjO

    ResponderExcluir
  13. amei o post, amor-proprio em primeiro lugar !

    Beijos !

    http://mariaanadebora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. É aquele velho ditado ne, enquanto não amarmos a nós mesmos , não poderemos amar ninguém de verdade!
    Nem sei bem o que dizer sobre esse texto querida, de tão perfeito que ficou, acho que não tenho comentários a altura dele.
    Mais as vezes é bom ter alguém assim a nossa disposição,pra gente divertir! haha

    Beijos amiga

    ResponderExcluir
  15. Acho que ninguém nunca seria um "fã" meu UAHSUHA E eu adorei o texto "Antes", extremamente bonito.

    ResponderExcluir
  16. Aiii conheço bem essa historia, a vivi recentemente, e nossa dá medoo....
    Mto bem colocado esse tema no teexto floor... adorei.
    beijiinhos

    ResponderExcluir
  17. Adorei o texto, parabéns hein! *-*
    Amor próprio é tudo, antes de qualquer outro ele deve existir, para que assim possamos nos respeitar e respeitar os outros também. Beijosss :*

    ResponderExcluir
  18. "Cada um escolhe o papel que vai ocupar tanto na sua própria vida, quanto na alheia."

    Perfeito esse trecho e é verdade, só nós escolhemos o papel que vamos seguir.
    Acho que passamos a vida inteira imaginando um homem assim, quando ele chega, o inicio é bom, mas como você mesma disse, depois enjoa!
    Bom mesmo são pessoas, relacionamentos, vidas reais como momentos tristes, alegres, com defeitos e algumas coisinhas que dão errado!
    Beeijo ;*

    ResponderExcluir
  19. ai, já tive fãs assim. mas nunca gostei. acho triste.
    pq eu já tive no lugar dele, eu já gostei de alguém que não gostava de verdade de mim, e me magoou tanto, que eu não qria fazer a msm coisa.
    mas as vezes eles não entendem. rs

    mas pelo menos minha parte eu fiz. não encorajei. nem algum dia irei.
    acho indigno. e minhas amigas me acham boba. haha

    cada um é cada um né.

    lindo texto.
    beijos

    sucesso

    ResponderExcluir
  20. "Cada um escolhe o papel que vai ocupar tanto na sua própria vida, quanto na alheia." Concordo plenamente. Só é valorizado quem se valoriza. Amor essencial é amor-próprio.
    Como sempre: amei, flor
    beijão

    ResponderExcluir
  21. ai que texto ótimo! hahaha concordo, gostei do seu humor. já aconteceu comigo, e acho que uma hora somos os cães e na outra as divas exóticas. explicou tudo direitinho Camila, meu parabéns. beijos

    ResponderExcluir
  22. Eu li e me senti altruísta. O melhor dos elogios egocêntricos.

    Dessa vez eu enxerguei mais do que o horizonte, mais do que o mais poderoso telescópio poderia mostrar.

    Existe uma essência aí dentro que me desenhou com as cores certas.
    Não deveria ser incomum um texto me fazer pensar, mas a identificação foi muito imediata.

    Eu levanto a bandeira pesada de que essas atitudes existem e que cavalheiros ainda se formam em escolas medievais-atuais.

    Parabéns Camila Paier. Está fazendo da escrita uma arma bélica.

    ResponderExcluir
  23. Boa noite garota. Por acaso, me deparei com o seu blog. A princípio parecia ser mais um daqueles blogs de garotas que vivem reclamando dos homens cafajestes (e mesmo assim continuam adorando eles). E realmente tem um pouco disso sim(só um pouco) ahushuahsu... mas a forma como você escreve, a forma como você analisa(muito detalhista por sinal) os fatos/acontecimentos da vida me lembra uma pessoa muito querida por mim: EU MESMO. hashahushuas... sem "puxa-saquismo", afinal de contas, nem te conheço, sou de Campinas/SP, não estou afim de ir te visitas nesse fds xD... gostei muito dos seus textos e apesar de ser mais um entre tantos que admiram ele posso lhe afirmar que eu estar as 03:11 da manhã de uma terça mandando um contato é por que realmente gostei do texto, e digo mais, no seu texto "O louco por você" me identifiquei quase que perfeitamente com "o garoto", que vive correndo atrás de quem apenas "o usa" para "amaciar o ego" ou então, sei lá o que huasuhahus... (ainda não sou psicopata)... já no texto "retrato" me enxerguei muitas vezes... resumindo baby, gostei do seu blog, tenho um também www.conjuntodefatores.blogspot.com (visite-o, veja o que achou, acho que vc é uma pessoa de uma análise crítica e sincera dos fatos/textos). pode add meu msn tb, caso se interesse pelos textos marcus_paulo1@hotmail.com, tenho 20 anos, sou de Campinas/SP. ahushuahushuas bjao! até!

    (Marcus Paulo Moreira Matias)

    ResponderExcluir