O gato não gato.

10.27.2010 -

Enquanto ele passa, pacato e sem pressa de viver, olhares cúmplices e segregados são trocados entre elas. Ele vai caminhar como quem dá passos largos e triunfantes por algum tapete vermelho que nem ao menos sabe existir, e rei que é e desconhece, aparece a coroa imaginária apenas na vista de quem o vê assim, soberano em impregnar sua digna existência de ser-humano comum, mas que embeleza todo santo dia os olhos das moças que o observam; ainda que tímidas, ou à espreita. Mesmo com aquela camiseta meio desbotada, sapatênis, ou até mesmo regata é essa beleza quase exótica que marca, e que nem mesmo essas doidas compreendem, que elas o acham irresistível. O mais gato da rua, da faculdade, da academia, do trabalho. O bonitão do pedaço. O capitão do navio de sereias incansáveis. De saciar em silêncio esse seu charme de gentleman inglês, e ao mesmo tempo, em algum outro dia, qualquer ação mais rude de fanfarrão extraordinário. Enquanto ele escreve, donzelas sonham que com tais palavras alguma carta sentimental às salvem os dias. E quando ele sorri, até mesmo as pequenas garotinhas pensam em off, com sua voz em narração interna: foi pra mim. Tudo porque quase todas as mulheres presentes o acham super lindo, o muso de tantas e tantas inspirações, e nem ele mesmo sabe disso. Quantas e quantas o admiram em confidência, e mesmo sendo fêmeas, travam a língua. Ele é o último a saber, e dessa vez, nem corno é. Ainda que ele não possua carro e nem muito dinheiro, e tente ganhar a vida exercendo papéis medíocres que aparecem por aí, pelos grupos e círculos sociais, é sempre lembrado como a formosura em forma de ser. Em todas as vezes.
Moçoilas empenham feitiços para acabar com seus relacionamentos, e repetem que aquela é uma baranga, e a outra ainda é uma biscate, tudo porque a guerra sigilosa entre quem algum dia terá qualquer remota chance com tal príncipe que não é loiro, e nem tem olhos azuis, é de altura mediana e veste roupas totalmente básicas pode mesmo ser mágico ou mago mesmo, já que o truque da hipnose deu certo nesse caso - e em mais de dez das duas amigas, pelo menos.
Isso tudo porque ele não deseja ser rotulado como bonito, e quer ser inteligente, e assim acaba tornando ainda mais voraz o apetite de quem o quer por perto, simplesmente porque ele não se preocupa com nada, muito menos com o que pensarão os outros, e brinca assim com o cachorro de rua que aparece, sendo além de magnífico e inteligível, caridoso e solidário. Irresistível. E assim nos faz questionar, qual o defeito desse cidadão que de alguns ângulos nem é assim tão bonito, mas que com toda a despreocupação do mundo coloca pra escanteio todos aqueles que se embelezam e com isso se preocupam - em vão. Suas amigas e você questionam que ele deve então dirigir mal, ou ter voz fina, não praticar esportes, usar o perfume errado. Ou quem sabe cueca colorida, ou na verdade, nem usar nenhuma. Continuando sem descobrir aonde ele peca em ser tão deus e ao mesmo tempo, desejar como nunca se tornar reles plebeu. Algum erro há de ter, alguma equivocação em tanta coisa boa, que na verdade é absolutamente normal, e por algum motivo ainda não desvendando pulsa em meio à massa. Mulher adora se preocupar, e adora mais ainda alguém que não se preocupe com nada. Muito menos com ela, e sua vivência montada em make-up, cabelo e roupas novas. Eis o segredo do moço: exibir seu borogodó por aí, e não olhar para os lados, sem se importar com possíveis fã-clubes, ou clãs de adoração. O que aumenta ainda mais seu charme em potencial, e a paixonite aguda que brilha aos olhos das donas que vêem. Secreta, até que se prove o contrário. Porque ser low profile também é afrodisíaco.

19 Comentários:

  1. Camila!
    Conheço alguém assim. E teu texto não poderia me afetar em melhor hora!
    hahahahaha
    [afetar no sentido de me perceber assim...]
    Enfim, eu já percebi o tão procurado defeito que, ainda assim, faz parte do borogodó tão tão.
    É feitiço.


    =******

    ResponderExcluir
  2. Nossa, e que é que nunca teve uma paixãozinha secreta por um desses, muuuuito bem escrito ;**

    ResponderExcluir
  3. Devemos "pegar" um pouco desse borogodó e aplicarmos(se é que é possivel) em nós mesmas... Muitas vezes as mulheres que mais fazem sucesso são aquelas simples, mas confiantes que são belas mesmo não passando make up.

    Beijo grande querida :)

    ResponderExcluir
  4. sempre tem um assim né, que prende o fôlego e chama atenção.
    acho fascinante como tu descreve!
    linda!
    beijos.

    ResponderExcluir
  5. e a medida que ia lendo imaginava cada pequeno detalhe.sempre tem um assim, aquele que nos parece perfeito, um verdadeiro deus. adorei, você escreve super bem, parabéns Camila ;)

    ResponderExcluir
  6. Conheço alguém assim e por incrivel que pareça esse alguém é meu amigo, acho que é essa simplicidade, esse jeito "nem ai pro mundo" que encanta tanto nos mulheres e que fazem a gente suspirar!

    Belo texto flor!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. OLha só, vejo um perfil exemplar de gato não gato rondando meus pensamentos...

    Ótima texto Camila, como não poderia deixar de ser!

    Beijos flor!

    ResponderExcluir
  8. Do começo ao fim li o texto pensando em uma pessoa, e é exatamente como você descreveu...
    Não posso negar que também não resisti aos encantos dele! Dificil não resistir!
    rs
    Beeijo ;*

    ResponderExcluir
  9. Até parece que esse texto foi feito pra mim! Uhsuahsua
    Vivo exatamente isso, me pergunto porque tanta beleza em alguém que não se importa e porque ele atrai tantos olhares assim.
    Amei!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  10. Descreveste perfeitamente! Existe um, existe vários e conheço de perto e de longe algum. Adorei flor, ri aqui com a descrição tão similar ao real!
    Beijinho!

    ResponderExcluir
  11. delicioso texto. e engraçado "E quando ele sorri, até mesmo as pequenas garotinhas pensam em off, com sua voz em narração interna: foi pra mim." também real, isso realmente acontece. gosto da sua sensibilidade, sua percepção, você pega as coisas soltas, no ar. talentosa mesmo, Camila. beijos

    ResponderExcluir
  12. Tipinho perigoso e delicioso...
    adooorei
    beijos

    ResponderExcluir
  13. Se eu achar um desses por aqui, agarro ele e não solto mais. KkKkK

    =p

    ResponderExcluir
  14. Perfeito, também conheço um cara assim, todas babam, e ainda tem um denominador fatal nele, é professor, que querendo ou nao tbm cai nas graças das moçoilas de plantão... rsrsrs!! Que seu final de semana prolongado seja lindo como a primavera.

    Obrigada pela autorização e o comentário no meu blog... e sobre citar a fonte, ética profissional, é importante dizer quem é o dono do texto.

    ResponderExcluir