Uma epifania matutina.

8.10.2010 -



O pai de Alice a dizia para acreditar em seis coisas impossíveis antes do café da manhã. Seis, six, sei. Três pares, meia dúzia. Idealizadora que sou, sempre tendo que ser arrastada de volta para a realidade, minha mente roda enquanto vislumbro o número, e subjetivo a palavra "coisas".  O que seriam? Seis invenções? Paixões? Palavras? O impossível? Se eu quisesse não somente ir até a Lua, mas também nela sentar, e pescar estrelas, será que dá? Acho que pode; deve ser válido. E fazer brotar flores, com lágrimas? Cada choro, um buquê inteiro. Multicolorido. Ia ser lindo, não ia? Iventar orações, caracterizar expressões, converter ideologias? Ótimo seria. Acredito na evolução da tecnologia, sobretudo. E acho mágica essa concorrência deslavada, em que os reais ganhadores somos nós, os consumidores. Um brinde! De chá, claro, dona Alice.
Creio, sempre, nas pessoas. Tenho me decepcionado, nem sempre tem valido à pena, e meu coração tem cansado de inserir novas fichas, depositar novas chances. Mas o bom é que a roda gira, o mundo troca a marcha, e as pessoas mudam de lugar. Nova gente vem, enquanto almas arcaicas, ou que não dão mais liga, se vão; pra outros caminhos, distintos destinos, rotas e desvios. Ainda assim, fé em mim eu tenho. Aqui dentro, nos pensamentos, antes de dormir, ao acordar e em ações. Tento algumas vezes transferir força para quem necessita, o que também tem dado certo; e me transmitem bons pensamentos, frases belas e palavras de apoio, o que apenas me fortalece. Acho que é por isso que não desisti ainda desse ser único: o humano. Na criança que sorri, e cumprimenta com os olhos a nossa nostalgia em não saber nada de ruim do mundo, e saltitar pelas ruas. No amigo que nos abraça forte, quando precisamos. E na família, que nem sempre é sanguínea, mas sim por nós escolhida - companheirismo não acompanha sobrenome.
Acredito acima de tudo, no amor. Mas nem sei se isso conta, nesses tempos modernos. O adultério, a mentira e o egoísmo vem tomando conta de corações quebrados, que deveriam se curar com sentimento e boa vontade. Isso não deixa de me entristecer, mas também me faz acreditar mais forte e à fundo, que é pra dar força à qualquer custo. E se for parar para pensar, acredito em tantas coisas, que a cada manhã me renovo em novas seis idéias, e invenções. Como mulher, gostaria de pôr minhas esperanças de que há aí pelo mundo algum batom que fixa, mesmo degustando um bom vinho; alguma manicure que não tire bifes; uma costureira que faça o que nos é pedido (e em dia) e uma depiladora que não minta, quanto à dor. Seria ótimo se existisse um chocolate que não engorda, palhaço que ainda faz rir, e árvore que dá dinheiro. Detector de falsidade, seria altamente útil. Assim como, o de homens cafajestes - os quais nem assim, resistiríamos. Máquina do tempo, para viajarmos em modelitos passados, e nos reinventarmos, com as futuras promessas em tecido. Algum produto que nos faça ter o cabelo de antes: seja o antigo corte, ou a cor natural. A cada dia, o que precisamos, e ninguém cria. Ainda.
Porém, nada se compara ao que toda mulher quer acreditar. No que toda fêmea anseia por abonar. Em sonhos que se tornam realidades, e príncipes que já foram sapos, burros ou cachorros - mas que cabem no dia-a-dia e dão foto três-por-quatro para colocar na carteira; colocando a sua num porta-retrato ou no fundo de tela do computador. Em viver um amor real, concreto e que aconteça, dia pós dia. Dê continuidade, e não deixe nem medo, e muito menos covardia tomar conta. Que a faça sonhar de dia, e amar de noite. Levitar por entre praças, e jantar no bistrô barato do Centro. Se preocupe com a existência feminina não só do corpo, mas da alma e bem estar, que representa ela ali, de olhos fechados, dormindo, devaneando; em estado plenamente pacífico, e terra firme. Em finais felizes naturais, sem esforço, sacrifício ou perigo. Desejando silenciosamente que você lhe beije a face, e a queira com intensidade na sua vida. Seja para cantar junto, ou preparar um jantar. Para buscá-la em casa, ou assistir filmes ruins. Não pra um momento ou uma ação; mas se não for pra sempre, que seja eterno enquanto dure. Agora vamos lá, que o café acabou e a vida chama. Realidade, por favor?

30 Comentários:

  1. "Acredito acima de tudo, no amor".

    Confesso que a realidade não vem a minha porta assim facilmente. Fico perdida nesse café da manhã quase que a vida toda.

    "O adultério, a mentira e o egoísmo vem tomando conta de corações quebrados"
    Fato triste esse, vejo isso em muitas amigas minhas. Que por já terem sofrido, não acreditam mais no amor, na cara limpa, num amor com dificuldades, mas um amor leal. Porque amor que é amor, é leal.

    Pra falar a verdade, chará, nem sei se quero terminar esse café da manhã. Muitos já tentaram me tirar dessa, ameaçando, mas quero acreditar. Como tu mesma disse, toda mulher quer acreditar.

    beijo!

    ResponderExcluir
  2. ps: por favor, um Detector de falsidade! Urgeeeente , hahaha!
    seria mara, sem dúvidas!

    ResponderExcluir
  3. Acreditar é o mínimo, é o começo, é a aposta no destino.
    O que seria de nós se deixássemos de acreditar? Tem uma frase que eu gosto muito, é mais ou menos assim: "Se não sonhar, jamais encontrará o que existe além dos teus sonhos." Parabéns, mais uma vez, pelo texto, Camila. Magnífico. Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  4. Um detector de falsidade, flor. Seria uma brilhante invenção, que tal um projeto para concretizá-lo, estou precisando também... rsrs.
    Sem brincadeiras, excelente texto e quem dera se todos os nossos desejos se convertessem em realidade. Essa bonita que você expôs. São coisas simples que nos fariam imensamente felizes, não é?
    Excelente texto, pra variar. Sou tua fã e sempre te recomendo às minhas amigas, que por sinal adoram o que escreves e claro: sempre com os devidos créditos!
    Parabéns mais uma vez!

    ResponderExcluir
  5. Aaah, e se não se incomoda, postei o texto no meu profile do orkut(com a autoria, lógico), me identifiquei muito. Bjs, flor!

    ResponderExcluir
  6. Ah, mais uma perfeição. Como seria bom se a realidade que exitisse fosse essa, que você delicadamente descreveu. Sem precisarmos nos preocupar se os nossos desvaneios estão indo além do necessário. Seria bom se a vida real fosse doce mas ao mesmo tempo com um toque amargo do café. E não apenas nossos sonhos... muito mais que isso:desejos. Ê, vida real!

    ResponderExcluir
  7. Que belo, concordo, dá pra assinar embaixo? O bom é saber unir os sonhos a realidade, apreciar com moderação, deixar pra cabeça ir as nuvens enquanto os pés permanecem no chão. Grande beijo pra você girl.

    ResponderExcluir
  8. O amor de verdade existe, sim, não é uma das 6 coisas impossíveis. Mas mulheres que somos, não podemos nos esquecer de procurá-lo no lugares certos. Sensatez, para não cair em armadilhas
    xD
    Belíssimo texto, as usual
    Beijoo


    www.poiseah.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Realidade, por favor!
    É o que mais tenho me dito!
    E essa necessidade de pessoas sinceras machuca, pois quase sempre o sincero de alguém se transmuta numa máscara, moldada e falaciosa, que, ao cair, quebra em partes não só a ela mesma, mas também nossos sentimentos.

    Ainda credito nas pessoas. Bem ou mal. Um dia eu percebo!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  10. Mulheres que sejam cada vez mais mulheres.

    Que texto O.O

    ResponderExcluir
  11. Terminei de ler e tive que parar um pouco pra recuperar o fôlego. Seria bom se desejar não fosse apenas a criação de uma imagem, mas sim a realização da mesma. Sonho impossível, quem sabe, porque ainda assim não responderia totalmente a imagem idealizada.

    beijo

    ResponderExcluir
  12. "mas se não for pra sempre, que seja eterno enquanto dure. "

    Que lindo texto, seria muito bom se não tivessemos que acordar dos sonhos!


    bjos

    ResponderExcluir
  13. Eu também quero acreditar nesse amor real, me esforço bastante pra acreditar que ele existe e não perder a esperança.

    Camila, que belo texto. Eu adoro, claro!
    Beijo, guria!

    ResponderExcluir
  14. Ah, mas você tem o direito de acreditar em tudo o que bem quiser! E acredite mesmo, com força! Crer em algo que por mais que seja difícil de realizar, ou até mesmo impossível, só em ter alguém acreditando que é possível é uma chance a mais de tornar-se a ser.
    Eu prefiro continuar a acreditar que as pessoas irão melhorar. Melhorar na essência.

    Adorei!

    E por falarem adorar, adorei o novo layout. ;)
    Aprovadérrimo!
    E mais uma coisinha: obrigada pelo selinho, minha querida!
    Beijo grande! ;*

    ResponderExcluir
  15. É bom depois de tantos tropeções ainda buscarmos alguém que nos mereça, alguém que não vacilará e viverá para alimentar uma relação a dois. Não é cobrado nada para esperar alguém perfeito, então por que não? Me tocou muito este texto, adorei de verdade, cada linha, cada segundo.
    Vivi cada detalhe e me vi, transparecida nesta história.
    Parabéns pelo blog, adoro seus textos.

    ResponderExcluir
  16. Apesar dos tempos modernos e dos corações quebrados por adultério, mentira e egoismo, o amor ainda é o dom supremo.
    Jefhcardoso do
    http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. ai ai ai ai ai
    adorei esse texto...
    suspirando até agora.. como me identifico com tuas palavras!!!!!!

    bjok

    ResponderExcluir
  18. Camila, Calmila (sabe-se lá quantas extensões você pode ter).

    Eu vejo isso que escreveu como uma carta de demissão de uma vida que nos é imputada.

    Eu olho e enxergo um punhado de corações coloridos dentro de você que não desejam ser únicos (não parece correto guardar o que você produz em apenas um)

    Acredito em tudo mais uma vez, procuro me esconder em alguma vírgula do seu texto, em algum parágrafo que você não deu e quem sabe ficar no seu livro quando você finalmente o fechar.

    Eu não desisto das pessoas justamente por ter provas diárias de que, pode não valer a pena, mas o encanto costuma pagar muito, muito caro pra aparecer. Então, mesmo você estando mal ou nao, eu continuo a entrar na sua sessão de cinema feita de palavras.

    ResponderExcluir
  19. amei, como sempre! tava sem internet e fazia algum dias que nao passava por aqui, mas amei o novo plano de fundo. ah e amo todos seus textos, desculpe pela falta de tempo para comentar! beijos e nao pare de escrever nunca!

    ResponderExcluir
  20. Como sempre, surpreendente.
    Também quero esses mesmos motivos para continuar acreditando nessas coisas que creio eu, serem necessárias na vida de qualquer pessoa. Que nem o egoismo e essas outras coisas que mandam em algumas pessoas nesse nosso século não nos faça deixar de acreditar numa coisa que alimenta a alma de qualquer ser humano, o amor.
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  21. Olá...td bem?
    tenho visitado seu blog, e estou seguindo...acesse meu blog, me siga tbem...me ajuda a divulgar?beijão, valeu...C.Mantovani

    http://www.falarfrancamente.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. "Tento algumas vezes transferir força para quem necessita, o que também tem dado certo.." tem dado certo mesmo, pelo menos comigo!!! Adoro o que tu escreve, já disse isso? uahoiuah! Um beijo lindona

    ResponderExcluir
  23. Difícil apresentar um só motivo pra gostar desse texto!
    Ainda mais nesse momento que passo, acredito que acreditar no impossivel faz bem, e espero conseguir.
    Realidade? Já é imposta dia após dia, mesmo. Vou sonhar mais um pouco,pois mesmo tendo quebrado a cara, eu sei como eu fui feliz, tão feliz.
    e by the way, A-DO-REI onovo layout!
    Suspiros pra ti!

    ResponderExcluir
  24. Guria! Mais um texto, como todos que escreve, fantástico! Sendo bem sincera, um dos que mais me identifiquei! Inclusive, vou compartilhá-lo em meu twitter. Isso merece ser lido muitas e muitas vezes! É extremamente importante não perdermos a fé nas pessoas e principalmente no amor. Mesmo depois de qualquer decepção ou frustração. Apesar de todos os pesares, são essas coisas que nos renovam. Adorei! Beijos flor!

    ResponderExcluir
  25. Todas as manhãs também me perco nesses pensamentos, depois me embebedo de realidade e começo a encarar as coisas que são - apesar de querer muito que fossem diferentes -

    ResponderExcluir
  26. Muito bom mesmo!
    Sem palavras pra expressar o quanto tudo isso fez todo o sentido pra mim.

    Parabéns! Escreves muito bem!

    =)

    ResponderExcluir
  27. É incrivelmente curioso, como saio de "órbita" ao ler os textos da Camila.

    Ela consegue dar "vida" em cada descrição, em cada pausa... haja feeling pra escrever. [risos]

    Muito bom Camila, parabéns!

    ResponderExcluir
  28. "mas se não for pra sempre que seja eterno enquanto dure."

    ResponderExcluir